PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Mundo passa de 4 milhões de infectados pelo coronavírus, aponta balanço

Em números absolutos, os Estados Unidos são, de longe, o país mais afetado pela pandemia, com 1,3 milhão de casos - Noam Galai/Getty Images
Em números absolutos, os Estados Unidos são, de longe, o país mais afetado pela pandemia, com 1,3 milhão de casos Imagem: Noam Galai/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

09/05/2020 18h33Atualizada em 09/05/2020 18h38

O total de pessoas já infectadas pelo novo coronavírus ultrapassou a marca dos 4 milhões, segundo balanço da Universidade Johns Hopkins (EUA). Dos 4.004.224 casos confirmados, 277.860 —quase 7%— morreram.

Em números absolutos, os Estados Unidos são, de longe, o país mais afetado pela pandemia, com 1,3 milhão de casos —mais de um quarto da soma global. Espanha (222.857), Itália (218.268), Reino Unido (216.525) e Rússia (198.676) vêm logo em seguida.

Os EUA também lideram no número de mortes: 78.469. Reino Unido, que ultrapassou a Itália (30.395) nesta semana, soma 31.662 óbitos. França e Espanha, com 26.313 e 26.299 mortes, respectivamente, completam a lista dos cinco países com maior número de vítimas da covid-19.

Coronavírus no Brasil

No ranking de países com mais casos, ainda segundo a Johns Hopkins, o Brasil aparece em oitavo lugar, com 148.670 infectados, logo atrás da Alemanha (171.264) e à frente da Turquia (137.115).

Quanto às mortes, o Brasil figura na sexta posição, com 10.100 óbitos, atrás da Espanha e à frente da Bélgica (26.299 e 8.581, nesta ordem).

Os dados da Johns Hopkins levam em consideração os balanços fornecidos por diversas esferas do governo, como as secretarias estaduais e municipais. Por isso, por vezes não batem com os números divulgados diariamente pelo Ministério da Saúde, que ainda contabilizava 145.328 casos e 9.897 mortes até a publicação desta nota.

Coronavírus