PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Ruas de Londres serão fechadas para carros em meio à redução de bloqueios

Ciclistas em Londres, na Inglaterra - NEIL HALL/EPA
Ciclistas em Londres, na Inglaterra Imagem: NEIL HALL/EPA

Do UOL, em São Paulo

15/05/2020 11h23

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, anunciou hoje que ruas de grandes áreas da cidade devem ser fechadas para carros e vans. A medida foi tomada para incentivar que pessoas andem a pé e de bicicleta com segurança em meio à flexibilização dos bloqueios devido ao novo coronavírus.

Entre os locais que ficarão limitados aos pedestres, ciclistas e ônibus estão as principais ruas entre London Bridge e Shoreditch, Euston e Waterloo, e Old Street e Holborn.

Segundo o comunicado da prefeitura, a iniciativa é "para transformar partes do centro de Londres em uma das maiores zonas livres de carros" e incentivar o aumento no "número de caminhadas e ciclismo, [além de] melhorar a qualidade do ar da cidade".

O prefeito ainda pediu no comunicado que os londrinos evitem usar o transporte público "a menos que seja inevitável — deve ser o último recurso" e solicitou a colaboração dos cidadãos.

"Vamos precisar de muito mais londrinos andando e pedalando para fazer isso [nova medida] funcionar. É por isso que esses planos transformarão partes do centro de Londres para criar uma das maiores áreas sem carros em qualquer capital do mundo."

Carros e caminhões também serão proibidos em Waterloo Bridge (Ponte de Waterloo, em português) e London Bridge (Ponte de Londres, em português). As entregas de produtos realizadas com esses veículos, em algumas ruas, precisarão ser feitas fora do horário de congestionamento.

Autoridades de outras regiões do país informaram que estão trabalhando junto aos municípios para implementar medidas semelhantes em estradas secundárias do país.

Coronavírus