PUBLICIDADE
Topo

Espanha amplia relaxamento de isolamento e divide reabertura por regiões

Parque El Retiro, em Madrid, foi aberto ao público após dois meses diante da pandemia de coronavírus - Gabriel BOUYS / AFP
Parque El Retiro, em Madrid, foi aberto ao público após dois meses diante da pandemia de coronavírus Imagem: Gabriel BOUYS / AFP

Do UOL, em São Paulo

25/05/2020 08h06

A Espanha ampliou, desde as primeiras horas de hoje, o relaxamento gradual de suas restrições impostas pela pandemia do coronavírus.

Agora, nenhuma cidade se encontra na "fase 0" da reabertura, iniciada nos primeiros dias de maio, que permitia poucas ações fora de casa, como saídas rápidas de casa para caminhada.

Entre as regiões que iniciaram a chamada "fase 1" estão as comunidades de Madri e Barcelona, regiões mais populosas do país europeu. As duas maiores cidades espanholas liberaram mais algumas atividades aos moradores.

Entre as ações de relaxamento da quarentena, estão a possibilidade de reuniões de até 10 pessoas - desde que o distanciamento de 2 metros e o uso de máscaras seja mantido -, a reabertura de parques e a liberação para igrejas receberem público que ocupe até 30% de suas lotações.

A prática de esportes ao ar livre, permanência em bibliotecas e hospedagem em hotéis (sem uso de áreas comuns) também estão permitidas em todo o país.

Nesta manhã, o prefeito de Madri, José Luis Martínez, publicou no Twitter uma foto em que aparece no parque El Retiro, um dos mais famosos da cidade. "Abertos. Responsabilidade e bons dias, Madrid", escreveu ele.

Até o momento, a Espanha registra mais de 235 mil casos de coronavírus (5° país mais atingido do mundo neste quesito). O total de mortos, segundo a universidade Johns Hopkins, é de 28.752 pessoas.

Tanto o número de novos contaminados quanto o de óbitos, no entanto, registram quedas há pelo menos duas semanas, o que indica que o país já passou pelo "pico da curva".

Fase 2

Algumas regiões, como Astúrias, La Coruña, Cádiz e Tarragona já estão na "fase 2" do desconfinamento - isso inclui permissão para frequentar praias e piscinas, por exemplo.

Diante deste cenário, o Ministério da Saúde local determinou algumas restrições, que incluem "a necessidade de conscientização coletiva sobre o respeito ao distanciamento social" - inclusive dentro da água.

Em algumas regiões, como Arona, é proibido qualquer tipo de atividade de contato nas praias. Jogar futebol na areia, por exemplo, está proibido.

Coronavírus