PUBLICIDADE
Topo

Testes de covid-19 podem entrar em falta na África, dizem especialistas

Os casos de coronavírus pararam de crescer intensamente na África do Sul nas últimas semanas - Getty Images
Os casos de coronavírus pararam de crescer intensamente na África do Sul nas últimas semanas Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/05/2020 10h25

Especialistas em saúde pública estão avisando que os testes de coronavírus disponíveis na África podem não ser o suficiente. No continente, apenas seis países não registraram mortes.

Com as restrições entre fronteiras sendo relaxadas e a circulação de pessoas voltando a níveis normais e sem condição de fazer testagem em massa, o vírus pode continuar circulando pelo continente.

"A maioria dos governos está atualmente racionando o uso de kits de teste, devido a suprimentos limitados", disse Kate Dooley, diretora da África Ocidental no Instituto Tony Blair ao jornal britânico The Guardian.

A falta de apoio internacional também é um problema. Segundo Dooley, alguns países compraram testes em março, mas os suprimentos ainda não foram entregues.

Existem 112 mil casos confirmados de covid-19 na África e 3 mil pessoas morreram devido ao vírus em todo o continente.

Um modelo no controle do coronavírus é Gana que conseguiu fazer mais de 200 mil testes, colocando laboratórios para funcionar por 24 horas e levando drones para buscar amostras em zonas rurais. Gana tem 32 mortos até o momento.

Por outro lado, na Nigéria, o país mais populoso da África, 226 já morreram de coronavírus e o país não consegue melhorar seus níveis de testagem da população.

Coronavírus