PUBLICIDADE
Topo

UE anuncia pacote de R$ 4,3 trilhões contra crise do coronavirus

Bandeira da União Europeia - Cristina Arias/Cover/Getty Images
Bandeira da União Europeia Imagem: Cristina Arias/Cover/Getty Images

Do UOL, em São Paulo*

27/05/2020 09h27Atualizada em 27/05/2020 13h30

A União Europeia anunciou hoje um pacote de cerca de 750 bilhões de euros para combater a crise econômica causada pelo novo coronavírus. Os cerca de R$ 4,3 trilhões (segundo cotação de hoje) serão usados para amenizar o abalo financeiro nos 27 países do bloco

O pacote será composto por doações e empréstimos para todos os estados membros da UE, anunciou o comissário da Economia, Paolo Gentiloni.

A presidente da Comissão, Ursula von der Leyen, deve anunciar ainda hoje como esse fundo será pago.

"Um avanço europeu para enfrentar uma crise sem precedentes", tuitou o comissário europeu a respeito do fundo que se uniria aos 540 bilhões de euros (R$ 3,1 trilhões) de empréstimos previstos para apoiar trabalhadores, empresas e sistemas de saúde afetados pela pandemia.

Países membros agradecem

O governo espanhol afirmou que a proposta da União Europeia serviria como uma boa base para futuras negociações.

Em um comunicado, o país comemorou a proposta como uma resposta a "muitas das demandas da Espanha". A Espanha receberá 140 bilhões de euros (R$ 813,2 bilhões) do fundo, dos quais 77 bilhões (R$ 447,2 bilhões) seriam de subsídios e 63 bilhões (R$ 365,9 bilhões) de empréstimos.

A proposta é um sinal muito bom de Bruxelas, afirmou o primeiro-ministro italiano. "Vai exatamente na direção indicada pela Itália", disse Giuseppe Conte no Twitter.

Conte acrescentou que os países europeus devem agora acelerar as negociações para liberar rapidamente os recursos disponíveis.

*Com informações da AFP e Reuters

Coronavírus