PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
10 meses

Mulher diz que viu Madeleine McCann em supermercado em 2017

Madeleine McCann desapareceu em Portugal em 2007 - PA MEDIA
Madeleine McCann desapareceu em Portugal em 2007 Imagem: PA MEDIA

Do UOL, em São Paulo

25/07/2020 17h21

Uma professora aposentada disse à polícia de Portugal e a um programa de televisão que viu a garota desaparecida Madeleine McCann em um supermercado na costa do Algarve, em Portugal.

Madeleine tinha quase quatro anos quando sumiu do apartamento de férias da família enquanto dormia com seus irmãos gêmeos mais novos em maio de 2007. Seus pais, Kate e Gerry McCann, jantavam com amigos nas proximidades.

Segundo o site britânico Sky News, a aposentada alegou que viu a agora adolescente conversando em alemão com outra garota em uma loja a 60 km do resort de onde Madeleine desapareceu.

Sem revelar sua identidade, a mulher contou sua história a um programa português de televisão na noite de sexta-feira (24).

Supostamente fluente em Alemão, ela disse que passava férias naquela parte da costa do Algarve há três anos quando teria avistado a adolescente e ouvido parte da conversa.

Depois de ver a garota no supermercado, a mulher teria ido para a saída da loja para esperar por ela, mas não a viu novamente.

"Vi sua mancha no olho direito e depois de algum tempo associei o rosto a Madeleine, mas, infelizmente, era tarde demais, eles já haviam saído do supermercado", disse a fonte anônima em referência à mancha de nascença que a garota tinha no olho direito, um sinal raro que aparece em uma a cada 10 mil crianças.

Depois do que teria visto, a testemunha foi para casa e contou à família, mas preferiu não vir a público até agora. Ela disse que, ao mudar de ideia, decidiu contar sua história também à polícia portuguesa e ao advogado de McCann em Lisboa, Rogerio Alves.

A expectativa é de que a polícia portuguesa interrogue a mulher nos próximos dias. Segundo o site, no entanto, os investigadores duvidam que a garota avistada seja Madeleine.

Desde que a criança desapareceu, quase 9.000 pessoas afirmam ter visto a menina em 101 países em todo o mundo, do Canadá à Nova Zelândia.

Pedófilo alemão pode ser o assassino de Madeleine

Band Notí­cias

Internacional