PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Maduro liberta políticos de oposição em ano de eleições na Venezuela

17.jun.2020 - De máscara, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, grava pronunciamento à televisão no Palácio de Miraflores, em Caracas - Marcelo Garcia/Presidência da Venezuela/AFP
17.jun.2020 - De máscara, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, grava pronunciamento à televisão no Palácio de Miraflores, em Caracas Imagem: Marcelo Garcia/Presidência da Venezuela/AFP

Do UOL, em São Paulo

31/08/2020 16h58

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, concedeu hoje uma série de indultos a políticos de oposição que estavam presos na Venezuela.

Dezenas de deputados que fazem oposição a Maduro foram libertados a 100 dias das eleições no país, que estão marcadas para o dia 6 de dezembro.

O jornalista e deputado Miguel Pizarro, braço direito de Juan Guaidó, foi um dos beneficiados pelo indulto concedido por Maduro.

"A intenção é aprofundar o processo de reconciliação nacional face ao próximo processo eleitoral", afirmou o ministro da Comunicação, Jorge Rodríguez, que leu o decreto presidencial de perdão numa transmissão televisiva.

Políticos que estavam refugiados em embaixadas ou no exílio também foram beneficiados pela medida que faz parte de um acordo que está sendo costurado pelo antigo líder da oposição, Henrique Capriles.

Internacional