PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Homem coleciona presentes que recebeu de serial killers famosos

Alguns dos presentes enviados por serial killers para Phil Chalmers - Reprodução/Facebook
Alguns dos presentes enviados por serial killers para Phil Chalmers Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

16/09/2020 12h07

O americano Phil Chalmers é dono de um acervo no mínimo curioso. Ele coleciona presentes que ganhou de alguns dos assassinos mais famosos do planeta.

Há 30 anos, ele se corresponde com diversos assassinos e já recebeu um desenho de Dennis Rader, um violino feito com palitos de picolé de William Clyde Gibson, que matou três mulheres e enterrou uma em seu quintal em Indiana, e um cartão de Natal de Charles Manson.

"Você ganha coisas. Você recebe cartas. Você recebe cartões de Natal. Você ganha pinturas", disse ele ao jornal britânico Daily Mail, explicando um pouco de sua coleção e de sua relação com assassinos.

Além de presentes de assassinos, Chalmers também recebe alguns itens de investigadores e policiais. Entre esses presentes estão dois livros escritos, mas nunca publicados, e uma pintura de Jesus feita por John Wayne Gacy, o serial killer americano que ficou conhecido como "Palhaço Assassino".

No mês passado, o britânico lançou o podcast "Where the Bodies are Buried" (Onde os Corpos Estão Enterrados, em tradução livre em português). No programa, ele traz entrevistas com assassinos.

Segundo ele, seu trabalho é para ajudar a solucionar casos e ajudar as famílias das vítimas. "Não sou fã de crimes verdadeiros. Eu converso com muitas vítimas e suas famílias. Eu vejo a dor que esses crimes trazem. Eu falo pelos mortos", afirmou.

Internacional