PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Casal de guerreiros de 2.500 anos é encontrado em túmulo com bebê e serva

O túmulo da família de guerreiros citas que foi encontrado na Sibéria - Reprodução
O túmulo da família de guerreiros citas que foi encontrado na Sibéria Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

21/09/2020 10h14

Arqueólogos na Sibéria, região da Rússia, encontraram o túmulo de uma família de guerreiros da civilização cita, que dominou boa parte da Ásia a partir do século 7 a.C., composto por quatro restos mortais separados: um casal de 30 e poucos anos, uma serva sexagenária e um bebê.

Segundo os estudiosos, as quatro pessoas devem ter morrido quase simultaneamente, acometidos da mesma infecção. Os restos mortais foram datados de pelo menos 2.500 anos atrás.

Encontramos armas de combate corpo a corpo enterradas com a mulher, o que não é típico. Ela foi enterrada com um machado de batalha, o que significa que ela fazia parte de um grupo de guerreiros. O homem tinha dois machados e duas adagas de bronze. É bem raro encontrarmos instrumentos de bronze assim."
Dr Oleg Mitko, que comanda a escavação

Armas encontradas com família de guerreiros citas em túmulo - Reprodução - Reprodução
Armas encontradas com família de guerreiros citas em túmulo
Imagem: Reprodução

Como era comum em várias culturas na Antiguidade, os corpos também foram enterrados com suas posses materiais e jarras de comida. Na época, acreditava-se que esses itens iriam com as pessoas para o além-vida.

Internacional