PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Mãe tira roupa para pressionar promotor a esclarecer morte de filho

Mãe tirou a roupa para pressionar autoridades em relação ao assassinato de seu filho - Reprodução/El Universal
Mãe tirou a roupa para pressionar autoridades em relação ao assassinato de seu filho Imagem: Reprodução/El Universal

Do UOL, em São Paulo

31/10/2020 18h25

Uma mulher tirou a roupa na tarde de ontem na tentativa de pressionar autoridades a esclarecer o assassinato de seu filho, o jovem Alan, ocorrido em 2019, segundo informou o jornal El Universal. O protesto ocorreu no estado mexicano de San Luis Potosí.

A mulher —que não teve identidade revelada— tirou a roupa no meio da rua e entrou no prédio do Ministério Público do Estado, diante daquilo que classificou como "falta de resultados para esclarecer o assassinato de seu filho".

Um vídeo, que circula pelas redes sociais, mostra a mulher nua subindo as escadas do prédio. Ela estava acompanhada de um grupo de pessoas, que levavam cartazes e fotos de Alan.

Segundo informação do El Universal, essa mesma mulher já havia procurado há algumas semanas a Comissão Nacional de Direitos Humanos em busca de apoio e acompanhamento no caso de seu filho. Mas ao retornar à capital decidiu ir diretamente ao prédio do FGE (Fiscalía General del Estado), que é uma espécie de Ministério Público.

O promotor envolvido com o caso lhe pediu mais 30 dias para entregar o relatório final do caso de Alan.

Além de uma pessoa que já está presa, a mãe acusa também outros três jovens que acompanharam o filho dela na noite de seu desaparecimento.

Internacional