PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

EUA: Pais responderão na Justiça após filho de 2 anos atirar na mãe

Meriah Carlyle, de 21 anos, com seu filho  - Reprodução/Facebook
Meriah Carlyle, de 21 anos, com seu filho Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

19/11/2020 19h52

Um casal de Iowa, nos Estados Unidos, responderá na Justiça por colocar uma criança de dois anos em perigo. A polícia afirma que o filho do casal atirou acidentalmente na mãe com uma arma que encontrou na casa da família.

Meriah Carlyle, 21, e seu namorado, Logan Keller, de 23 anos, foram acusados são suspeitos de deixar um arma carregada na cabeceira da cama no dia 4 de novembro. As informações foram divulgadas pelo Daily Mail.

De acordo com os investigadores, o menino de dois anos encontrou a arma dentro da casa da família em Dyersville, e depois atirou acidentalmente em sua mãe.

Meriah foi inicialmente levada para o Hospital Finley, em Dubuque, antes de ser transportada de avião para um tratamento que salvou sua vida.

De acordo com a descrição de uma campanha GoFundMe, lançada para ajudar a família com as despesas hospitalares, a bala danificou a artéria femoral e o fêmur de Carlyle.

Nas duas últimas semanas, ela passou por três cirurgias, incluindo uma que durou oito horas.

A polícia disse em uma queixa criminal que Carlyle e Keller estavam na sala com seu filho onde a arma estava, mas não perceberam que o menino havia pegado a arma até que ela disparou.

Os pais foram presos na última segunda-feira (23) e liberados para o julgamento.

Internacional