PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Mulher que cortou garganta de menina de 7 anos é inocentada na Inglaterra

Emily Jones, de 7 anos, foi morta no Dia das Mães após ter a garganta cortada em parque no Reino Unido - Reprodução/Greater Manchester Police
Emily Jones, de 7 anos, foi morta no Dia das Mães após ter a garganta cortada em parque no Reino Unido Imagem: Reprodução/Greater Manchester Police

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/12/2020 15h01

A albanesa Eltiona Skana, de 30 anos, confessou ter cortado a garganta de uma menina de 7 anos, chamada Emily Jones, em um parque em Bolton, na Inglaterra, mas acabou sendo inocentada hoje por um tribunal inglês.

A decisão ocorre depois que a promotoria do caso instruiu o júri a considerá-la inocente por sofrer de esquizofrenia paranoica. O anúncio deve ser acompanhado de uma sentença formal, que irá sair na terça-feira (8).

A mulher que teria sido responsável pelo homicídio foi avaliada por um psiquiatra forense, que argumentou ao Tribunal de Manchester Minshull Street Crown que não havia "evidência perspectiva realista de uma condenação pela acusação de assassinato".

O tribunal ouviu também uma conversa que a acusada teve com uma enfermeira no hospital onde ela fazia tratamento psiquiátrico. O diálogo apontava que o assassinato teria sido calculado, mas o júri também ouviu que o episódio ocorreu quando Eltiona estava sem tomar seu medicamento antipsicótico.

O crime

Antes de ser morta, Emily Jones estava brincando com uma scooter no Queen's Park, em Bolton, no dia 22 de março deste ano, quando se comemorou o Dia das Mães na Inglaterra.

Quando a criança passou por Eltiona, a mulher estava sentada em um banco no parque. De repente, a criminosa se levantou e abriu a garganta da menina utilizando uma faca artesanal.

Emily foi levada às pressas para a emergência, mas acabou morrendo no Salford Royal Hospital.

Internacional