PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

Mulher é condenada após roubar idosas para 'pagar funeral do avô'

Simpson foi condenada a 25 anos de prisão - Reprodução/Birmingham Live
Simpson foi condenada a 25 anos de prisão Imagem: Reprodução/Birmingham Live

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/11/2020 16h36

Para pagar os custos do funeral do avô, uma mulher, na cidade de Birmingham, na Inglaterra, roubou centenas de libras esterlinas de mulheres idosas. Ela foi identificada como Beverley Simpson e cometeu crimes como sacar 400 libras (cerca de R$ 2831) de uma vítima de 89 anos e tirar 40 libras (aproximadamente R$ 238) da bolsa de outra. A mulher foi condenada a dez meses de prisão, terá que pagar 400 libras esterlinas como indenização e fazer 25 dias de trabalho de reabilitação.

Inicialmente, ela havia sofrido apenas uma advertência criminal, sem precisar cumprir pena em regime fechado ou pagar uma quantia como fiança. A polícia tinha dado prazo até 6 de maio deste ano para Berveley devolver o dinheiro que roubou, mas ela não o fez, resultando em acusações perante à justiça.

O juiz do caso, Roderick Henderson, foi à polícia local e se indignou com a maneira como a situação foi tratada. No tribunal, ele disse à Berveley que "se eu tivesse lidado com isso [o caso] desde o início, estaria fazendo você cumprir pena".

Depois que os roubos foram descobertos, ela foi demitida do Omnia Support, serviço de assistência médica domiciliar com sede em Birmingham, e só evitou a prisão pois recebeu apenas uma advertência criminal. Ainda no tribunal, o juiz criticou a maneira como a situação foi conduzida pela polícia.

"Esta é uma quebra de confiança muito séria. Sou totalmente a favor de resoluções não privativas de liberdade, mas este é um caso a ser tratado dessa forma e deveria ter sido levado a um tribunal [desde o primeiro momento]", pontuou o magistrado.

Olivia Beesley, advogada de Berveley, disse ao tribunal que ela tinha "cicatrizes psicológicas" como resultado de recentes problemas pessoais. Ela ainda completou dizendo que os crimes ocorreram no mesmo tempo em que o avô de Berveley morreu. "Com certeza teve um impacto extra".

Perante ao tribunal no último dia 13, Berveley se declarou culpada de uma acusação de fraude por falsa representação e uma acusação de roubo. De acordo com o site Birmingham Live, a mulher foi condenada a dez meses de prisão, terá que pagar 400 libras esterlinas (cerca de R$ 2 mil) como indenização e fazer 25 dias de trabalho de reabilitação.

Internacional