PUBLICIDADE
Topo

Internacional

"Não me diga que as coisas não podem mudar": frases do discurso de Biden

Joe Biden faz o juramento durante sua posse como presidente dos Estados Unidos - Alex Wong/Getty Images
Joe Biden faz o juramento durante sua posse como presidente dos Estados Unidos Imagem: Alex Wong/Getty Images

Ana Carla Bermúdez

Do UOL, em São Paulo

20/01/2021 16h56Atualizada em 20/01/2021 17h04

O democrata Joe Biden tomou posse hoje como o 46º presidente dos Estados Unidos, em uma cerimônia marcada pelo forte esquema de segurança devido ao temor de um possível atentado e pela ausência de grandes celebrações devido à pandemia do coronavírus.

Biden foi empossado ao prestar juramento diante do Congresso americano, o Capitólio, em Washington D.C. O local é o mesmo que, há cerca de duas semanas, foi invadido por radicais apoiadores do ex-presidente Donald Trump que protestaram contra a certificação da vitória do democrata.

Como presidente, Biden terá os desafios de conduzir uma nação dividida e fortemente atingida pela pandemia do coronavírus. Em seu primeiro discurso, ele fez uma defesa da democracia —que classificou como a verdadeira vencedora das eleições americanas— e fez uma série de referências à necessidade de união da população dos Estados Unidos.

Veja, abaixo, frases do discurso de posse de Joe Biden.

Sem unidade não há paz, há apenas amargura e fúria. Não há progresso, apenas indignação exaustiva. Não há nação, apenas um estado de caos. Este é o nosso momento histórico de crise e desafio, e a união é o caminho a ser tomado

Esta é a minha mensagem para aqueles que estão além de nossas fronteiras. Os Estados Unidos foram testados, e nós saímos mais fortes. Vamos consertar nossas alianças e nos envolver com o mundo mais uma vez

Precisamos acabar com esta guerra incivil que opõe o vermelho ao azul, o rural ao urbano, o conservador ao liberal

Vamos liderar, mas não apenas pelo exemplo do nosso poder, mas pelo poder de nosso exemplo. Seremos um parceiro forte e confiável para a paz, o progresso e a segurança

Em meu primeiro ato como presidente, gostaria de pedir que vocês se juntem a mim em um momento de oração silenciosa para lembrar todos aqueles que perdemos neste último ano para a pandemia. Os 400 mil americanos -mães, pais, maridos, mulheres, filhos, filhas, amigos, vizinhos e colegas de trabalho. Vamos honrá-los e vamos nos tornar o povo e a nação que sabemos que podemos e devemos ser

Hoje celebramos o triunfo, não de um candidato, mas de uma causa: a causa da democracia. A vontade do povo foi ouvida, e a vontade do povo foi acatada. Aprendemos novamente que a democracia é preciosa, a democracia é frágil. E neste momento, meus amigos, a democracia prevaleceu

Estamos aqui, onde há 108 anos, em outra posse, milhares de manifestantes tentaram impedir mulheres corajosas de marcharem pelo direito ao voto. E hoje fazemos o juramento da primeira mulher na história dos Estados Unidos a ser eleita para um cargo no Executivo federal, a vice-presidente Kamala Harris. Não me diga que as coisas não podem mudar

A política não precisa ser um incêndio violento, destruindo tudo pelo caminho. Cada desentendimento não precisa ser uma causa para uma guerra total. Devemos rejeitar a cultura na qual os próprios fatos são manipulados e até fabricados

Internacional