PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Homem é preso após mandar irmão fazer teste de paternidade em seu lugar

Britânico tentou falsificar teste de DNA usando o próprio irmão mais novo - Reprodução/TheMirror
Britânico tentou falsificar teste de DNA usando o próprio irmão mais novo Imagem: Reprodução/TheMirror

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/02/2021 15h34

Um homem relutante em assumir o filho foi preso após tentar fraudar um teste de DNA em Shepshed, uma cidade de 14 mil habitantes na Inglaterra. As informações são do The Mirror.

Christian Robinson, 26, solicitou um exame de DNA após sua ex-companheira requisitar judicialmente que ele assumisse a paternidade do filho.

Ele então pediu ao irmão mais novo, Samuel, que fosse à clínica e fizesse o teste em seu lugar, esperando assim que o resultado fosse negativo.

Mas o tiro saiu pela culatra. A compatibilidade do DNA de Samuel mostrou que ele não era o pai, de fato, mas era parente do bebê.

Segundo a polícia local, a clínica mostrou à mãe da criança uma foto do homem que foi testado. Ela afirmou que o rapaz da foto se parecia com uma versão mais jovem de seu ex-companheiro.

Os dois irmãos foram condenados ontem por falsidade ideológica e estão presos. Christian ainda foi condenado a pagar 5,5 mil libras de pensão atrasada para o filho, cerca de R$ 42 mil.

Internacional