PUBLICIDADE
Topo

Internacional

China apresenta trem que 'levita' sobre trilhos e pode viajar a 600 km/h

Foto aérea tirada em 20 de julho de 2021 mostra o novo sistema de transporte maglev da China, saindo da linha de produção - Xinhua/Divulgação
Foto aérea tirada em 20 de julho de 2021 mostra o novo sistema de transporte maglev da China, saindo da linha de produção Imagem: Xinhua/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

21/07/2021 10h03

A China apresentou ontem um trem capaz de atingir a velocidade de 600 quilômetros por hora. O veículo traz uma tecnologia eletromagnética (maglev) que permite que ele "levite" sobre os trilhos. Segundo a agência de notícias local, Xinhua, o trem é o veículo mais rápido do mundo.

O trem foi desenvolvido pela empresa estatal China Railway Rolling Stock Corporation e revelado na cidade costeira de Qingdao, na província de Shandong, leste do país.

O veículo já percorre um trecho de Xangai, mas agora fará viagens para outras cidades. O percurso de Pequim para a própria Xangai, por exemplo, deve levar duas horas e meia. De avião, o trajeto de quase 1.000 km levaria três horas, e com o trem-bala, cinco horas e meia.

O projeto do trem foi lançado em outubro de 2016 e contou com o desenvolvimento de um protótipo de trem de levitação magnética com uma velocidade máxima projetada de 600 km/h em 2019. Em junho do ano passado realizou seu primeiro teste.

Passageiros na China - Xinhua/Divulgação - Xinhua/Divulgação
Passageiros experimentam o novo trem rápido apresentado ontem na China
Imagem: Xinhua/Divulgação

O trem pode ter de dois a dez vagões, cada um com mais de 100 passageiros, de acordo com Ding Sansan, engenheiro-chefe do projeto.

Países do Japão à Alemanha também pretendem construir redes de maglev, embora os altos custos e a incompatibilidade com a atual infraestrutura de ferrovias sejam obstáculos ao rápido desenvolvimento.

Veja a apresentação do trem:

Outros modelos de trem rápido em teste

Outros modelos de trem rápidos também estão sendo desenvolvidos por empresas ligadas aos empresários Elon Musk e Richard Benson.

Em novembro do ano passado, a empresa de tecnologia Virgin Hyperloop, de Benson, anunciou um bem-sucedido primeiro teste de transporte de passageiros no deserto de Nevada a bordo de um trem futurista ultrarrápido.

Duas pessoas embarcaram no trem - funcionários da Virgin Hyperloop - para um percurso em uma pista de testes de 500 metros em 15 segundos, alcançando 172 km/h.

O veículo adota o conceito do Hyperloop, que foi lançado em 2013 pelo bilionário Elon Musk, fundador da Tesla. Basicamente, trata-se de uma cápsula dentro de um túnel a vácuo que viajará a grandes velocidades. Na ambição de Musk, o projeto definitivo do Hyperloop será capaz de chegar a velocidades de 1.100 km/h - superior a de aviões que realizam voos comerciais.

Internacional