PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

EUA: Adolescente é morta por engano pelo irmão que vendia armas caseiras

Kyra Scott foi baleada acidentalmente pelo irmão que fabricava armas em casa - Reprodução/Fox Atlanta
Kyra Scott foi baleada acidentalmente pelo irmão que fabricava armas em casa Imagem: Reprodução/Fox Atlanta

Do UOL, em São Paulo

05/12/2021 08h35

Kyra Scott, uma adolescente de 14 anos, morreu nesta semana nos Estados Unidos depois de ser baleada por engano pelo irmão de 13 anos que vendia armas fabricadas em casa na cidade de Douglasville, na Geórgia.

Segundo relato xerife do condado de Douglas, Tim Pounds, o adolescente começou a atirar depois que um cliente, identificado como Yusef McArthur El, 19 anos, pegou a arma à venda sem pagar.

"De acordo com a investigação, ele estava atirando nas pessoas que pegaram sua arma", disse Pounds ao jornal Atlanta Journal-Constitution. "Mas em vez disso, ele atirou em sua irmã. E é tão triste que a morte de sua irmã tenha acontecido. "

Pounds disse que "armas fantasmas", como são conhecidos os equipamentos feitos a partir de peças compradas na internet, são problemáticas para as autoridades policiais porque não têm números de série e não podem ser rastreadas.

O atirador foi preso acusado de assassinato culposo. Já o suposto comprador é acusado de roubo. Uma terceira pessoa que estaria acompanhando Yusef McArthur é procurada

Detetives que trabalham no caso investigam quantas armas o garoto de 13 anos fabricou e se outras pessoas na casa sabiam sobre esta atividade.

Internacional