PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Consulado do Brasil em Londres tenta barrar boate de 'striptease' no prédio

Prédio do Consulado do Brasil em Londres; clube de "striptease" pode ser instalado no térreo e subsolo - Reprodução/Google Maps
Prédio do Consulado do Brasil em Londres; clube de 'striptease' pode ser instalado no térreo e subsolo Imagem: Reprodução/Google Maps

Anna Satie e Carlos Padeiro

Do UOL, em São Paulo

20/01/2022 13h15Atualizada em 20/01/2022 15h31

O Consulado do Brasil em Londres, na Inglaterra, tenta impedir que uma boate de "striptease" seja instalada no mesmo prédio em que o consulado está localizado. Está previsto que a boate funcione no térreo e no subsolo do edifício, o que resultará em compartilhamento de instalações do posto, como as saídas de emergência.

Em um comunicado enviado ao Ministério das Relações Exteriores, em Brasília, o cônsul-geral em Londres, Tarcísio Costa, informa ter solicitado formalmente à subprefeitura de Westminster para que o pedido de instalação do "estabelecimento de entretenimento sexual" no prédio seja negado, com um parecer elaborado por um consultor jurídico do consulado.

Segundo o comunicado enviado pelo cônsul-geral ao Brasil, outros locais da vizinhança em Londres também se opõem à abertura "desse ramo de atividade" no prédio.

Ainda segundo o telegrama, a boate, que ganharia o nome de "Sophisticats", oferecerá show de "striptease" com nudez completa de segunda-feira a sábado, das 10h às 5h, e aos domingos, das 10h às 0h.

O pedido foi feito pelo novo inquilino do edifício, Clarmans Clubs Ltd, no dia 22 de dezembro. De acordo com a notificação da subprefeitura de Westminster, qualquer pessoa que for contra a instalação da boate tem até quatro semanas para enviar argumentos para rejeição ao órgão. Pode haver uma audiência com o comitê do Conselho da Prefeitura sobre o assunto.

O UOL entrou em contato com a assessoria do Itamaraty e aguarda um posicionamento oficial.

Internacional