PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
5 meses

Putin critica sanções à Rússia e chama Ocidente de 'império de mentiras'

Do UOL, em São Paulo

28/02/2022 10h33Atualizada em 28/02/2022 11h54

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, criticou hoje as sanções aplicadas à Rússia e chamou o conjunto de medidas tomadas pelos países do Ocidente de "império de mentiras". O comentário foi feito durante reunião com sua equipe econômica, informou a agência estatal russa RIA Novosti.

"Eu convidei vocês para falar sobre assuntos relacionados a economia e finanças. Mikhail Vladimirovich [primeiro-ministro da Rússia] e eu já discutimos esse assunto. É claro que essas sanções da agora chamada comunidade ocidental são um império de mentiras", disse Putin.

Mapa Rússia invade a Ucrânia - 26.02.2022 - Arte UOL - Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Hoje mais cedo, o secretário de imprensa, Dmitry Peskov, disse que Putin realizaria uma reunião com o Kremlin sobre questões econômicas. Os participantes anunciados foram o premiê russo, Mikhail Vladimirovich, o vice-primeiro-ministro, Andrei Belousov, o ministro das Finanças Anton Siluanov, e a chefe Banco Central russo, Elvira Nabiullina.

  • Veja as últimas informações sobre a guerra na Ucrânia no UOL News com Diego Sarza:

A reunião de Putin com sua equipe econômica ocorre em meio a outro encontro entre autoridades russas e ucranianas para negociar um cessar-fogo no conflito entre os dois países. Essas conversas estão sendo realizada na fronteira da Ucrânia com Belarus.

O encontro entre as duas comitivas começou por volta das 8h (horário de Brasília). Nenhum dos dois presidentes envolvidos na guerra participam do da reunião, que não tem hora para acabar.

Poucas horas antes da reunião, a Ucrânia disse que exigiria um cessar-fogo "imediato" e a retirada das tropas russas. A Rússia não quis revelar sua posição antes do encontro. Hoje, a invasão russa à Ucrânia entrou no quinto dia. A capital, Kiev, e a segunda maior cidade ucraniana, Kharkiv, amanheceram com explosões, segundo relatório do serviço estatal de informação do país.

As Forças Armadas ucranianas, porém, dizem que o Exército russo parece ter diminuído o ritmo da ofensiva, quando são aguardadas negociações entre as duas nações.