Topo

Conteúdo publicado há
15 dias

Empresa oferece viagem em balão espacial com vista da Terra por R$ 672 mil

A Zephalto pretende começar a voar a partir de 2025 - Reprodução
A Zephalto pretende começar a voar a partir de 2025 Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

22/04/2023 18h34Atualizada em 22/04/2023 18h34

A startup francesa Zephalto promete oferecer viagens em um balão espacial até a estratosfera ou o topo da Terra para clientes interessados em um jantar com vista diferenciada. A empresa começou a fazer reservas para voar a partir de 2025.

O que você precisa saber

Segundo a Zephalto, o balão viajará a mais de 25 mil metros de alturas, mais do que o dobro que um avião comercial. A empresa fez essa escolha para que o viajante veja a curvatura da Terra na linha, disse à Bloomberg o fundador da companhia, Vincent Farret d'Astiès.

O invólucro terá 20 metros quadrados e será guiado por dois pilotos. Em texto publicado no site, a Zephalto diz serão disponibilizados seis assentos no total. E, ainda, informa que a janela do balão terá 7 metros quadrados para oferecer "a visão mais ampla da estratosfera."

Para voar, o balão será preenchido com gás hélio ou hidrogênio e subirá na estratosfera em uma hora e meia. Quando alcançar a altitude máxima, o balão ficará parado por três horas até retornar, em um percurso também de 90 minutos.

O preço dessa "brincadeira", porém, não cabe em todos os bolsos. De acordo com reportagem da Bloomberg, os interessados deverão desembolsar cerca de 120 mil euros (R$ 672 mil na cotação atual). Ou seja, um casal gastaria cerca de R$ 1,4 milhão nessa viagem de turismo espacial. Os compradores terão direito a refeições gourmet, vinhos e fotografias.

Nós escolhemos 25 km de altura porque é a altitude em que você está na escuridão do espaço, com 98% da atmosfera abaixo de você, para que você possa apreciar a curvatura da Terra na linha azul. Você está na escuridão do espaço, mas sem a experiência de gravidade zero.
Vincent Farret d'Astiès, fundador da Zephalto