Conteúdo publicado há 4 meses

Lojas são saqueadas em arrastão com 100 pessoas na Filadélfia (EUA); veja

Dezenas de pessoas foram presas após um arrastão no centro da Filadélfia, maior cidade da Pensilvânia (EUA), na noite de ontem (26). Videos publicados nas redes sociais flagraram lojas, como a da Apple, sendo saqueadas e destruídas.

O que aconteceu

Pelo menos 49 adultos foram presos e 3 jovens apreendidos pela polícia até o momento, diz um balanço enviado ao canal Action News.

Vídeos mostram lojas como a Lululemon, Apple Store e Footlocker sendo esvaziadas ou depredadas.

A polícia trabalha com a estimativa de que o grupo tinha 100 pessoas. As autoridades também apuram se caravanas levaram os saqueadores a diferentes lugares da cidade ao longo da ação.

Não se sabe o que motivou as invasões, mas o arrastão pareceu ser coordenado em diversas regiões da Filadélfia, afirmou John Stanford, comissionário temporário da polícia de Filadélfia, em declaração a jornalistas. As primeiras ligações para o 911, serviço de emergência dos EUA, aconteceram por volta das 20h.

O ato não se relaciona com protestos que ocorreram na cidade contra a violência policial, e nem têm a ver com o movimento Black Lives Matter, de acordo com Stanford. A correlação aconteceu porque, no mesmo dia, a Justiça retirou acusações contra um policial que matou um jovem negro de 27 anos em uma parada de trânsito —o que gerou manifestações pacíficas contra a decisão.

Isso não teve nada a ver com os protestos. O que aconteceu hoje foi um bando de criminosos oportunistas tirando vantagem de uma situação para tentarem destruir a nossa cidade
John Stanford, comissionário temporário da polícia de Filadélfia

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora