Conteúdo publicado há 2 meses

Cinco militares da Guiana morrem em queda de helicóptero perto da Venezuela

O helicóptero do Exército da Guiana com sete pessoas a bordo, que havia desaparecido nesta quarta-feira (6) perto da fronteira com a Venezuela, foi encontrado hoje (7) pelas Forças Armadas da Guiana. Cinco militares morreram.

O que aconteceu

Os outros dois militares que estavam a bordo sobreviveram, informaram o presidente Irfaan Ali e o Exército na tarde desta quinta-feira (7). No entanto, o estado de saúde deles não foi divulgado.

O Exército da Guiana anunciou que iniciará uma investigação sobre o ocorrido. O presidente do país lamentou as mortes em mensagem no Instagram: "Meu coração se afoga em dor pela trágica perda de alguns de nossos melhores homens".

Horas antes, as Forças Armadas de Guiana informaram que o local de queda do helicóptero foi identificado e a aeronave avistada.

Inicialmente, equipes de resgate sinalizaram positivamente com a possibilidade de haver sobreviventes, informam as Forças Armadas. "Tropas estão sendo enviadas ao local exato", diz o comunicado. "Novas informações serão fornecidas em breve".

Às 9h23 de ontem, o helicóptero iniciou sua jornada a partir da base de Ayanganna, visando alcançar Arau. Conforme anunciado pelas Forças de Defesa da Guiana, a aeronave emitiu um sinal do transmissor localizador de emergência às 11h20.

Três tripulantes e quatro passageiros estavam a bordo, informou ontem o porta-voz do Exército, Omar Khan, em entrevista coletiva. O helicóptero perdeu contato a 45 km da fronteira entre os dois países.

Continua após a publicidade

As mais lidas agora