Conteúdo publicado há 1 mês

Avião com para-brisa rachado faz pouso de emergência nos EUA

Um voo da American Airlines com destino à Espanha foi forçado a desviar para o Aeroporto Logan, em Boston (EUA), na noite de quarta-feira (28), devido a um para-brisa rachado, segundo a polícia de Massachusetts.

O que aconteceu

Alerta de emergência de Nível 2 foi declarado às 21h48 (horário local) devido a uma rachadura no para-brisa da cabine. A informação é da polícia estadual de Massachusetts, em nota encaminhada ao The Independent. O voo havia decolado do aeroporto JFK, em Nova York, às 19h28 (horário local).

Um alerta de Nível 2 é declarado quando o voo está passando por "grandes dificuldades". O alerta também é emitido quando "um pouso difícil ou forçado pode ser esperado", segundo a Administração Federal de Aviação.

A aeronave, um Boeing 777-200, pousou em segurança às 22h14 (horário local) no Aeroporto Logan e taxiou até o portão por conta própria. A American Airlines disse que o avião foi retirado de serviço para ser inspecionado pela equipe de manutenção.

Ninguém ficou ferido. Os passageiros foram forçados a pernoitar em Boston até que uma aeronave substituta os leve para na tarde desta quinta-feira (29).

Problema em voo gerou reclamações de passageiros. "Como uma empresa multimilionária com tantos recursos não prevê isso", questionou o passageiro Nico Moreno após sair do avião. "O tipo de solução que eles te dão é mínimo no sentido de não compensar o dinheiro que se perde quando se falta no trabalho por não conseguir chegar a tempo, por exemplo", afirmou à WBZ TV.

Em nota, a American Airlines pediu desculpas pelo inconveniente. A empresa se comprometeu a "nunca atrapalhar os planos de viagem" dos clientes.

Segundo a Boeing, o avião 777-200 comporta 305 passageiros, e tem autonomia de voo de até 9.700 quilômetros. A American Airlines não informou, porém, quantos passageiros estavam a bordo do voo desviado para Boston.

Deixe seu comentário

Só para assinantes