Conteúdo publicado há 1 mês

Esquerda forma 'frente ampla' após avanço da direita na França

Os quatro maiores partidos de esquerda da França formaram uma "Frente Popular" para contestar os resultados das eleições do Parlamento Europeu, que deram vantagem à extrema-direita entre os membros da União Europeia.

O que aconteceu

Coalizão visa combater avanço da direita na Europa. O Partido Socialista, Partido Verde, o partido Comunista e o partido "França Insubmissa" se uniram oficialmente em campanha para as eleições legislativas locais.

"Uma nova página na história da França foi escrita". A declaração conjunta escrita pelos partidos diz que "a chegada do Reunião Nacional ao poder não é mais inevitável". Além disso, escrevem: "trabalharemos para ampliar este encontro com todos aqueles, franceses, associações, sindicatos, partidos políticos, personalidades envolvidas no debate público, que partilham as nossas ideias e as nossas orientações".

Pesquisa eleitoral põe extrema-direita na frente de aliança de esquerda. A última pesquisa do jornal Le Point indica que o Reunião Nacional, de Marine Le Pen e Jorden Bardella, tem 29,5% de intenção de votos, enquanto a nova Frente Popular marcou 28,5%.

Deixe seu comentário

Só para assinantes