PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Presidente do Chile pede proteção para recursos marítimos da Antártica

22/04/2021 18h48

Santiago, 22 abr (EFE).- O presidente do Chile, Sebastián Piñera, pediu nesta quinta-feira a criação de uma zona de proteção para os recursos marítimos da Antártica e reiterou seu compromisso de alcançar a descarbonização total da matriz energética chilena até 2040.

Durante seu discurso na Cúpula de Líderes sobre o Clima organizada pelos Estados Unidos de forma virtual, o presidente chileno convidou os demais países a trabalharem juntos na "proteção de todo o mar ao redor da Antártica" onde a biodiversidade desempenha um "papel fundamental" para a conservação dos oceanos.

"O Chile já estabeleceu zonas de proteção marítima que cobrem 40% de nossa zona econômica", afirmou.

A Antártica chilena registrou a média de temperatura máxima das últimas três décadas durante o inverno de 2020 e seu degelo - após o da Groenlândia - é o segundo fator que contribui para a elevação do nível do mar em todo o mundo.Piñera também pediu a criação da "primeira zona de proteção em alto mar na área de Nazca", onde uma cordilheira submarina está localizada na placa tectônica sul-americana, na costa sul do Peru.

"Temos os recursos necessários (para produzir energia renovável), desde o deserto do Atacama, que recebe a maior radiação do mundo, até o sul do país, onde temos os ventos mais fortes do planeta", acrescentou.

Meio Ambiente