PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Recicladores urbanos da Argentina pedem aprovação da Lei das Embalagens

06/07/2021 23h22

Buenos Aires, 6 jul (EFE).- Os recicladores urbanos da Argentina convocaram atividades e comícios em várias partes do país nesta terça-feira para exigir a aprovação da Lei das Embalagens com Inclusão Social, que será apresentada hoje no Congresso e que visa definir orçamentos para a proteção ambiental na gestão de embalagens.

Um dos pontos de maior afluência foi o Congresso de Buenos Aires, onde vários recicladores, mais conhecidos no país como cartoneros, participaram de uma atividade de reciclagem e triagem, e promotores ambientais convocaram palestras de capacitação sobre separação de resíduos.

"Nos reunimos porque estamos pedindo a aprovação da lei, que vai beneficiar muitos colegas na questão da reciclagem. Esperamos que não haja mais garrafas nos bares, (...) que isso sirva para muitos recicladores independentes e para gerar mais trabalho", disse à Agência Efe Paula Fernández, presidente da cooperativa Esperanza.

A Lei das Embalagens inclui em seu projeto "implementar incentivos financeiros para estimular os fabricantes a projetar produtos que respeitem o meio ambiente e responsabilizar os produtores pelos custos de manuseio de seus produtos ao final de sua vida útil".

Para atingir este objetivo, propõe a criação de um "imposto e fundo ambiental para a gestão de embalagens e reciclagem inclusiva", que não pode ter um impacto sobre o preço final do produto superior a 3% e que é delimitado com base em fatores como a reciclabilidade, impacto ambiental aparente e projeto ecológico.

Segundo dados de organizações de recicladores, na Argentina são produzidas 50 mil toneladas de resíduos todos os dias, e metade delas acabam em um dos 5 mil lixões a céu aberto do país, ou nos aterros sanitários.

Eles também denunciam que "os 150 mil cartoneros e cartoneras que impedem o colapso do sistema trabalham em condições terríveis, milhares deles atuam nos lixões, sem banheiros, água ou telhado para se proteger do sol ou da chuva".

Meio Ambiente