Morre o ex-deputado Wallace Souza, acusado de matar traficantes para aumentar audiência de TV

Do UOL Notícias

Em São Paulo

Internado desde 18 de março deste ano, o ex-deputado estadual amazonense Wallace Souza, 51, morreu por volta das 16h desta terça-feira (27) no Hospital Bandeirantes, em São Paulo, vítima de parada cardíaca, segundo informações divulgadas pela assessoria de imprensa do hospital.  De acordo com a advogada da família, Denise Macedo, Souza teve também infecção generalizada. O ex-parlamentar sofria de ascite refratária (acúmulo de líquido no interior do abdômen) decorrente da síndrome de Budd Chiari, uma doença no fígado.


O ex-deputado estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sob custódia da polícia.

Souza foi cassado no final de 2009 e expulso do PP depois de ser acusado pela Polícia Civil de mandar matar traficantes de drogas para aumentar a audiência de seu programa de TV. Desde 9 de outubro, Souza estava preso por suspeita de ligações com crimes, incluindo formação de quadrilha, tráfico de drogas e homicídio. Durante sua defesa na Assembleia, o deputado se disse inocente.

No final de 2008, começaram a surgir as primeiras suspeitas do envolvimento do então deputado estadual com o crime organizado. O ex-policial militar Moacir Jorge Pereira da Costa, o "Moa", denunciou a existência de uma quadrilha comandada por Wallace Souza e seu filho, Raphael Souza, também preso.

A quadrilha estaria envolvida na morte de traficantes e as ordens para as execuções, segundo denúncia do Ministério Publico Estadual (MPE), tinham a anuência do parlamentar. Durante as investigações, testemunhas afirmaram à polícia que Souza não apenas sabia quem iria ser morto, como enviava equipes de seu programa de TV para "cobrir" os assassinatos.

Para a polícia, Souza se beneficiava duplamente das mortes: aumentava a audiência de seu programa de TV e eliminava inimigos na disputa pelo controle do tráfico de drogas em Manaus.

Segundo a advogada da família, os irmãos de Souza estão muito abalados com a notícia e devem providenciar o traslado do corpo de São Paulo para o Amazonas, onde o ex-deputado deve ser enterrado, apenas amanhã. Ele era pai de quatro filhos.

Advogado diz que Souza foi "assassinado"
Após receber a notícia, o advogado de defesa do ex-deputado, Francisco Balieiro, afirmou que Souza foi assassinado e que as instituições do Estado devem uma explicação à sociedade. As informações são do jornal "A Crítica".

De acordo com o advogado, a cassação do ex-deputado foi o fator preponderante para o agravamento de seu estado de saúde. “Foi a prisão arbitrária do Wallace, decretada pelo Mauro (Antony, juiz), em decorrência das injunções do Thomaz (secretário de Inteligência), e as ações desenvolvidas pela tal força-tarefa do MP, que ocasionaram isso”, afirmou. "Todos sabiam que o Wallace tinha esses problemas de saúde e que ele não teria condições de responder a esse processo preso."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos