Topo

"Esse é o século das mulheres", afirma Dilma em pronunciamento oficial

Do UOL, em São Paulo

08/03/2012 19h30

A presidente Dilma Rousseff afirmou, em pronunciamento oficial no Dia Internacional das Mulheres, que o século 21 será o “século das mulheres”. O discurso da presidente foi ao ar às 19h e durou cerca de dez minutos.

Em discurso, Dilma se dirige a "irmãs brasileiras"; veja

"É fundamental que as mulheres participem da vida do seu bairro, da sua cidade, do seu Estado e da sua nação. Esse é o século das mulheres. Mas não das mulheres contra os homens, e sim da mulher trabalhando ao lado do homem, de igual para igual”, afirmou Dilma.

No pronunciamento, a presidente anunciou que ela e seus assessores diretos irão monitorar, por meio de câmeras, o atendimento em hospitais do SUS (Sistema Único de Saúde). “Vou ter no meu gabinete monitores ligados a câmeras para que eu e meus assessores possamos ver como estará o atendimento nos hospitais”, disse.

A presidente afirmou ainda que pediu ao Ministério da Saúde que, a partir de agora, os profissionais liguem para todas as parturientes que forem atendidas pelo SUS.

Dilma voltou a elogiar a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que considerou que a lei Maria da Penha poderá ser aplicada mesmo sem a denúncia da mulher agredida. “O STF fortaleceu o combate à violência doméstica”, afirmou.

A presidente citou ainda programas do governo voltados à mulher e anunciou o aumento de unidades para atender mulheres agredidas. “Vamos ampliar a 1.100 unidades de atendimento à mulher vítima de violência.”

Dilma afirmou também que 93% dos cartões do Bolsa Família estão no nome das mulheres porque elas são “o centro da família”. 

“A mulher continua sendo a mais pobres dos pobres, a mais sofredora dos sofredores, mas a mulher também é a principal mola de propulsão para vencer a miséria, porque ela é o centro da família. Quando a mulher se ergue, levanta seu companheiro e seus filhos. Ela fortalece a família.”

A presidente disse que, atualmente, 47% dos contratos do programa Minha Casa, Minha Vida foram assinados por mulheres e afirmou que, na segunda fase do programa, a escritura será feita em nome das mulheres.

Mais Política