Topo

PPS pede que Câmara investigue deputado por ligação com doleiro

Do UOL, em Brasília

2014-04-23T15:51:29

23/04/2014 15h51

O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), protocolou nesta quarta-feira (23) pedido na Mesa Diretora da Câmara para que a Corregedoria da Casa investigue a relação do deputado federal Luiz Argôlo (SDD-BA) com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal acusado de chefiar um esquema bilionário de lavagem de dinheiro.

O deputado petista André Vargas (PR), ex-vice-presidente da Câmara, já é alvo de processo na Corregedoria pelo mesmo motivo.

O requerimento do PPS cita reportagem da revista “Veja” que revelou uma suposta troca de mensagens entre Argôlo e Youssef envolvendo a liberação de dinheiro e um encontro no apartamento funcional do deputado, em Brasília.

Dependendo do parecer da Corregedoria, o caso poderá ser enviado ao Conselho de Ética da Câmara para ser instaurado um processo de quebra de decoro contra Argôlo, que pode resultar até na perda do seu mandato parlamentar.

Mais Política