Pedido de prisão é "escalada progressiva e irreversível", diz líder do DEM

Leandro Prazeres

Do UOL, em Brasília

  • Divulgação

    Deputado federal Pauderney Avelino (DEM-SP), à esquerda

    Deputado federal Pauderney Avelino (DEM-SP), à esquerda

O líder do Democratas na Câmara dos Deputados, Pauderney Avelino (AM), disse que o pedido de prisão faz parte de uma "escalada progressiva" e "irreversível".

"Ontem foi a denúncia. Hoje foi o pedido de prisão. Os promotores de São Paulo estão com muitas evidências sobre a ocultação do patrimônio do Lula. Não adianta o Lula continuar negando que ele não tinha o imóvel. As provas são muito fortes", afirmou o parlamentar.

Pauderney, que está em São Paulo e participará das manifestações marcadas para o próximo domingo (13), afirmou que o pedido de prisão contra Lula deverá aumentar o público dos protestos.

"Acho que vai servir de combustível, sim. As pessoas não aguentam mais tanta notícia ruim que essa turma está trazendo ao país", disse o deputado.
 

Entenda as acusações do MP contra Lula sobre o tríplex

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos