Processo de impeachment

"Meu voto será no dia do voto", diz Romário sobre impeachment

Paula Bianchi

Do UOL, no Rio

  • Charles Sholl/Futura Press/Estadão Conteúdo

    O senador Romário (PSB-RJ) participa da reunião de trabalho da comissão do impeachment do Senado

    O senador Romário (PSB-RJ) participa da reunião de trabalho da comissão do impeachment do Senado

O senador Romário (PSB-RJ) anunciou nesta segunda-feira (20) a sua pré-candidatura à Prefeitura do Rio de Janeiro. O parlamentar, no entanto, afirmou que não pretende se licenciar do cargo durante a campanha e preferiu manter em segredo seu voto durante o processo de impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff.

"Meu voto será no dia do voto", afirmou logo após o lançamento da pré-candidatura, realizado na sede do partido, na zona sul do Rio. "Vou votar pelo o que entendo que seja importante e que é o que a maioria do povo deseja."

Romário também classificou como "positivo" o afastamento de três ministros do governo do presidente interino, Michel Temer. "Eu entendo que o governo està tendo alguns problemas, principalmente com alguns nomes no primeiro escalão que estão tendo problemas com a Justiça", afirmou. "O próprio presidente já tirou três e anunciou que todos aqueles que não representarem dignamente o governo serão retirados. Isso pra mim é um ponto positivo."

No início de junho, Romário renunciou à vaga de titular na comissão especial do impeachment e foi substituído pela senadora Lúcia Vânia (PSB-GO). Na época, ele disse que desistiu da vaga para acompanhar outros trabalho como a Comissão de Educação e a CPI do Futebol

Ele tinha mantido sua posição de não revelar o voto. "No primeiro, votei pela continuidade da investigação. O segundo e definitivo voto será para julgar o crime de responsabilidade", escreveu Romário em nota na época.

 
 
RECEBA NOTÍCIAS DE POLÍTICA PELO WHATSAPP
O UOL agora manda notícias de política diretamente para o seu WhatsApp.
Para se cadastrar, basta adicionar nosso contato à agenda do seu celular e enviar para ele o código da editoria:
1) adicione este número à agenda do seu telefone: +55 (11) 97532-1358 (não esqueça do "+55")
2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, escrevendo só: brasil3000
Em alguns dias você vai passar a receber as informações. E o melhor: totalmente grátis. O sistema é automático e enviará somente notícias das editorias em que você se cadastrar -- neste caso, de política.
Atenção: o cadastro só funciona se você digitar corretamente o código, sem espaços.
IMPORTANTE: Não envie SMS ou faça ligações para o números acima. O nosso sistema aceita apenas mensagens de WhatsApp.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos