Minas Gerais deve ter um hino oficial do Estado. Adivinhe qual é

Carlos Eduardo Cherem

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

Setenta e quatro anos após ser adotada sem cerimônia pelos mineiros como hino, a canção "Oh, Minas Gerais", adaptação da valsa italiana "Vieni Sul Mar" feita pelo compositor mineiro José Duduca de Moraes (1912-2002), o De Moraes, e gravada pela primeira vez em 1942, deve ser oficializada como hino oficial do Estado.

Nesta quarta-feira (22), a Assembleia Legislativa do Estado instalou a comissão responsável pelo parecer sobre a proposta de emenda à Constituição mineira, apresentada pelo deputado estadual Isauro Calais (PMDB), que define como hino oficial a música "Oh, Minas Gerais".

Introduzida em Minas Gerais por companhias líricas e teatrais italianas que vinham ao país entre o século 19 e início do século 20, a canção italiana, composta por De Martino e Frati e uma das favoritas de Enrico Caruso, influenciou uma geração de músicos mineiros que, além de De Moraes, tinha nomes como Manezinho Araújo, Zé Praxedis e Antenógenes Silva.

Quando De Moraes morreu no início dos anos 2000, o então governador de Minas Gerais, o ex-presidente Itamar Franco, afirmou que a canção era "hino do Estado pela vontade popular".

Escolhido para presidir a comissão, o deputado Vanderlei Miranda (PMDB) afirmou nesta quinta-feira (23) que a matéria não terá dificuldades para ser aprovada por 2/3 (48 parlamentares) dos 77 deputados estaduais da Casa em plenário, após passar por quatro comissões da Casa, além da comissão específica da proposta, as comissões de Educação, Cultura e Justiça.

"A matéria é consenso. Não tem polêmica. Não teremos dificuldades em aprová-la", afirmou Miranda. "Vamos apenas oficializar o que já é extraoficial", disse o parlamentar.

Miranda explicou que a proposta vai modificar o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição mineira, de 1989, que trata sobre a escolha do hino oficial do Estado. O artigo 5º do dispositivo prevê um concurso para escolher o hino do Estado, mas estipula o prazo de escolha até 1992. Assim, o artigo não teria mais validade.

A decisão não passa pelo crivo do Executivo. Assim, aprovada em dois turnos no plenário da Casa, a emenda constitucional é promulgada pela própria Assembleia, e não depende de sanção do governador Fernando Pimentel (PT) para entrar em vigor.

Conheça Vieni Sul Mar, a música que deu origem ao hino mineiro

  •  

Receba notícias de Política pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: +55 (11) 97532-1358 (não esqueça do "+55"); 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, escrevendo só: brasil3000.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos