Padre de igreja invadida por PM abençoa protesto de servidores na Alerj

Carolina Farias

Colaboração para o UOL, no Rio

  • Carolina Farias/UOL

    Padre José Delfino de Araújo celebra missa na Igreja de São José, ao lado da Alerj

    Padre José Delfino de Araújo celebra missa na Igreja de São José, ao lado da Alerj

"Foi Deus quem me levou até a porta". Padre José Delfino de Araújo trabalha em Caicó (RN), mas nesta terça-feira (7) celebrava missa na Igreja de São José, ao lado da Alerj (Assembleia do Estado do Rio de Janeiro), onde ocorre protesto dos servidores públicos do Rio e da Cedae. Ele já trabalhou na igreja e foi convidado hoje para celebrar a missa que ocorre toda terça-feira às 12h.

"Me ligaram do caminho para eu não ir fazer a missa, mas resolvi vir. Na hora (da bênção final), senti uma força e fui até a porta, para abençoar a manifestação, que é do povo que clama por justiça e igualdade social", disse o padre.

O padre disse que lembrou-se do dia em que viu pela TV os policiais atirando bombas contra os manifestantes das janelas da igreja.

Luiz Souza/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Policiais chegaram a invadir a igreja em dezembro, durante protesto

"O homem tem que acompanhar a evolução. Tudo isso vai passar", encerrou o padre.

O protesto desta terça na frente da Alerj reúne em sua maioria de servidores da Cedae, que está em greve desde a meia-noite de hoje. Os servidores querem que os deputados não votem o projeto de privatização da empresa de saneamento, não sem antes ter discussões e audiências públicas.

"A paralisação é de 72 horas. Caso eles coloquem o projeto para votar na quinta, vamos pensar em outra estratégia" disse Humberto de Lemos, do SintSama (Sindicato dos trabalhadores de empresas de saneamento do Rio de Janeiro).

A avenida 1º de Março está interditada desde as 12:20 por conta dos manifestantes. A PM acompanha o protesto e não houve registro de confronto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos