Contra denúncia da PGR, Temer infla agenda e recebe até Maluf e irmão de Geddel

Bernardo Barbosa

Do UOL, em São Paulo

  • Ueslei Marcelino - 26.jun.2017/Reuters

    O presidente Michel Temer (PMDB)

    O presidente Michel Temer (PMDB)

Em busca de apoio para barrar a denúncia da PGR (Procuradoria-Geral da República) contra si por corrupção passiva, o presidente Michel Temer (PMDB) ampliou ainda mais a maratona de reuniões com políticos prevista em sua agenda nesta terça-feira (4). Temer abriu espaço até para os deputados federais Paulo Maluf (PP-SP), condenado no STF (Supremo Tribunal Federal) por lavagem de dinheiro, e Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), preso nesta segunda (3).

Temer foi denunciado pelo crime de corrupção passiva com base no conteúdo da delação premiada de executivos do frigorífico JBS. A acusação só segue para análise do STF se a Câmara dos Deputados autorizar, com os votos de dois terços da Casa, o prosseguimento do processo. Por isso, Temer precisa do apoio dos deputados. Segundo o presidente, a denúncia não tem provas e é "uma ficção".

Maluf e Lúcio Vieira Lima fazem parte de um rol de políticos cujas reuniões com Temer foram divulgadas pelo Palácio do Planalto só depois do primeiro anúncio da agenda para hoje, o que em geral acontece na noite anterior. A primeira agenda de Temer para esta terça já contava com 21 deputados e senadores. A versão mais atualizada da agenda traz um total de 27 deputados, sete senadores e três ministros, além de um governador, quatro prefeitos e um ex-senador (veja a íntegra no final do texto).

A nova versão da agenda também revelou uma reunião de Temer com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco (PMDB) -- um dos principais integrantes do núcleo duro do Planalto -- e a cúpula do governo na Câmara dos Deputados: Baleia Rossi (PMDB-SP), líder do PMDB na Câmara; Lelo Coimbra (PMDB-ES), líder da maioria na Câmara; Carlos Marun (PMDB-MS), Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), líder do governo na Câmara; e o deputado André Moura (PSC-SE), líder do governo no Congresso.

Doze dos deputados que aparecem na agenda de Temer são titulares ou suplentes da CCJC (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) da Câmara, onde Temer apresentará sua defesa. Na comissão, o relator da denúncia será Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) --que, por sinal, não figurou na agenda presidencial de hoje.

Recesso pode acelerar denúncia

Seja qual for o resultado da análise da CCJC, o parecer de Zveiter passará por votação nominal no plenário da Câmara. Se 342 dos 513 parlamentares votarem a favor da abertura da ação penal, a denúncia volta ao STF, que decidirá se a aceita ou não.

Caso seja aceita pelo STF, Temer se torna réu e deverá ficar afastado da Presidência por 180 dias, período no qual não poderá ser preso. Se ao final dos 180 dias a ação não for concluída pelo tribunal, Temer volta ao cargo mesmo com o processo em andamento.

A previsão do Planalto é de que o processo termine na CCJC na semana que vem e chegue ao plenário na semana de 17 de julho, quando se inicia o recesso parlamentar.

Reunião não aparece na agenda

Pelo menos um compromisso do presidente nesta terça não apareceu em sua agenda: uma reunião com representantes do setor de biocombustíveis. Apesar de não constar da agenda, o encontro foi noticiado pela própria Presidência em seu site e em redes sociais.

Pelas fotos publicadas no site do Palácio do Planalto, participaram da reunião os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), e da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy (PSDB), cujos nomes não aparecem na agenda de Temer. Também estava no encontro o deputado federal Evandro Gussi (PV-SP), cujo nome está na agenda de Temer, mas sem qualquer menção a uma reunião com mais pessoas além do próprio presidente.

Marcos Corrêa/Presidência da República
Temer se reúne com representantes do setor de biocombustível

Veja quem esteve na agenda de Temer divulgada pelo governo

08h        Deputado Ronaldo Fonseca (PROS/DF)
08h30    Senador Wilder Morais (PP/GO)
09h        Deputado Evandro Gussi (PV/SP)
10h        Senador Ataídes Oliveira (PSDB/TO)
10h30    Ricardo Barros, Ministro da Saúde
11h        Senador Telmário Mota (PTB/RR)
11h30    Deputada Christiane de Souza Yared (PR/PR)
12h        Deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB/MG)
12h30    Deputada Bruna Furlan (PSDB/SP)
13h        Wellington Moreira Franco, ministro da Secretária-Geral da Presidência da República, Deputado Baleia Rossi (PMDB/SP), líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Deputado Lelo Coimbra (PMDB/ES), líder da maioria na Câmara dos Deputados, Deputado Carlos Marun (PMDB/MS), Deputado Aguinaldo Ribeiro (PP/PB), líder do governo na Câmara e Deputado André Moura (PSC/SE), líder do governo no Congresso
13h30    Deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB/BA)
14h        Reinaldo Azambuja, Governador do estado do Mato Grosso do Sul
15h        Senador Roberto Rocha (PSB/MA)
15h20    Eliseu Padilha Lemos, ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República e Deputado Paulo Maluf (PP/SP)
15h40    Deputado Goulart (PSD/SP)
16h        Senador Pedro Chaves dos Santos Filho (PSC/MS)
16h20    Deputado Bilac Pinto (PR/MG) e Deputado Luiz Fernando Faria (PP/MG)
16h40    Senador José Maranhão (PMDB/PB)
17h        Deputado Luiz Lauro Filho (PSB/SP)
17h20    Deputado Wilson Filho (PTB/PB), vice-líder do PTB e o ex-senador Wilson Santiago, Presidente do PTB na Paraíba
17h40    Deputado Lelo Coimbra (PMDB/ES), líder da Maioria na Câmara dos Deputados
18h        Deputado Beto Mansur (PRB/SP)
18h30    Senador Dário Berger (PMDB/SC), Deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB/SC), Deputado Mauro Mariani (PMDB/SC), Adriano Poffo, Prefeito de Ibirama – SC, Daniel Candido Neto,   Prefeito de São João batista – SC, Fabrício José Satiro de Oliveira, Prefeito de Balneário Camboriú – SC, Jonas Oscar Paegle, Prefeito de Brusque – SC
19h        Deputado José Priante (PMDB/PA)
19h30    Deputado Anibal Gomes (PMDB/CE)
20h        Deputado Alfredo Kaefer (PSL/PR)
20h30    Deputado Átila Lins (PSD/AM)
21h        Deputado Darcisio Perondi (PMDB/RS) e Deputado Sinval            Malheiros (PODE/SP)
21h30    Deputado Roberto de Lucena (PV/SP)

Temer: 1º presidente denunciado no exercício de mandato

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos