Bolsonaro anuncia compromisso com o PSL para disputar eleição presidencial em 2018

Do UOL, em São Paulo

  • Agência Brasil

    Deputado federal Jair Bolsonaro optou pelo PSL

    Deputado federal Jair Bolsonaro optou pelo PSL

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) fechou um termo de compromisso de filiação com o PSL (Partido Social Liberal) nesta sexta-feira (5). O anúncio foi feito por meio de uma nota assinada por Bolsonaro e pelo presidente nacional do PSL, Luciano Bivar. Bolsonaro anunciou também que o partido iniciará em breve uma campanha de filiação.

"É com muito orgulho que o PSL recebe o deputado Jair Bolsonaro e sua pré-candidatura à Presidência da República", diz trecho da nota assinada por ambos.

Bolsonaro não disse diretamente que é o candidato do PSL para disputar a Presidência neste ano, mas afirmou que, se estiver bem nas pesquisas em agosto, será o candidato do partido. Ele é o segundo colocado nas intenções de voto da última pesquisa do instituto Datafolha.

A declaração foi dada após o lançamento da nota em uma entrevista à imprensa concedida ao lado de Bivar em Recife. 

O deputado Bolsonaro, que anteriormente era do PSC (Partido Social Cristão), buscava uma legenda para viabilizar sua candidatura para a eleição presidencial de 2018. Antes de fechar com o PSL, ele havia avançado nas negociações para se transferir para o PEN (que deve mudar de nome para Patriota), que fez mudanças estruturais para receber o deputado.

Bolsonaro disse que está aberto para fazer coligações futuras com o Patriota e disse lamentar que as negociações tenham falhado.

O pré-candidato disse também que o partido fará uma grande campanha de filiação e espera ter muitos representantes no Senado após a eleição. 

A nota divulgada pela dupla na tarde desta sexta-feira define como prioridades para o PSL "o pensamento econômico liberal, sem qualquer viés ideológico, assim como, o soberano direito à propriedade privada e a valorização das Forças Armadas e da segurança".

Na entrevista os dois também defenderam a simplificação tributária e o voto impresso. Bolsonaro fez elogios ao ex-deputado e ex-candidato à Presidência Eneas Carneiro (Prona), morto em 2007. Ele disse que o plano de governo de Enéas estava à frente de seu tempo.

O anúncio do compromisso de Bolsonaro com o PSL fez uma ala do partido conhecida como Livres anunciar em redes sociais sua saída da agremiação política. "A chegada do deputado Jair Bolsonaro, negociada à revelia dos nossos acordos, é inteiramente incompatível com o projeto do Livres", diz trecho do texto publicado pela ala.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos