PUBLICIDADE
Topo

Política

Juiz dá 5 dias para Bolsonaro explicar indicação do filho a embaixada

Eduardo Bolsonaro com o pai, Jair Bolsonaro -  Adriano Machado - 4.dez.2018 -/Reuters
Eduardo Bolsonaro com o pai, Jair Bolsonaro Imagem: Adriano Machado - 4.dez.2018 -/Reuters

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, em Brasília

31/07/2019 15h55

O juiz substituto da 1ª Vara Federal, André Jackson de Holanda Maurício Júnior, determinou prazo de cinco dias para que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) se explique por ter indicado o filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), 35, para ser embaixador do país em Washington (EUA).

O parlamentar ainda precisa ser sabatinado e aprovado pelo Senado.

Na decisão, publicada na última segunda-feira (29), Maurício Júnior também pede explicações ao próprio Eduardo e fixa o mesmo prazo para resposta. O ato do magistrado se dá em decorrência de uma ação popular movida pelo deputado federal Jorge Solla (PT-BA), que reclama de um suposto crime de nepotismo por parte de Bolsonaro.

"A presente ação tem por escopo a proteção ao patrimônio público, à moralidade administrativa, e contra o abuso do poder. (...) O ato que está na iminência de ser praticado trata-se, em verdade, na tentativa de promover pessoalmente seu descendente [filho], Eduardo Bolsonaro, a fim de que lhe sejam auferidos todos os benefícios do cargo, em nítido caráter de violação aos princípios da impessoalidade e moralidade administrativa, evidenciando o caráter despótico da iminência do ato", diz o autor da ação.

Bolsonaro diz que filho está preparado para ser embaixador

Band Notí­cias

O petista se baseia em declarações do presidente e de seu filho para, segundo ele, apontar a falta de qualificação de Eduardo para o cargo de embaixador. "Como pode ser adequado ou até legal a nomeação de seu descente, sendo que este aduz ser adequado para o cargo por ter realizado intercâmbio e fritado hambúrgueres?"

O presidente declarou hoje que vai formalizar a indicação do filho assim que o Senado retornar do recesso parlamentar, ou seja, na semana que vem --os trabalhos serão retomados em 6 de agosto.

Na terça-feira (30), Eduardo foi elogiado pelo presidente norte-americano, Donald Trump, que disse estar "muito feliz" com a indicação. "Eu acho o filho dele excelente. Ele é um jovem brilhante, maravilhoso. Estou muito feliz com a indicação, acho que é uma ótima indicação."

Trump elogia filho de Bolsonaro

UOL Notícias

Política