PUBLICIDADE
Topo

Mourão ataca Witzel após gravação de conversa: "Esqueceu a ética e a moral"

Vice-presidente Hamilton Mourão em evento no Rio de Janeiro - Mauro Pimentel/AFP
Vice-presidente Hamilton Mourão em evento no Rio de Janeiro Imagem: Mauro Pimentel/AFP

Do UOL

27/01/2020 10h37

O presidente em exercício Hamilton Mourão disse hoje que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, não tem "ética" e nem "moral".

A afirmação surgiu quando Mourão foi questionado sobre um vídeo gravado por Witzel eque mostra os dois conversando sobre o envio de água potável às áreas atingidas pelas chuvas nas regiões norte e noroeste do Rio de Janeiro.

"Em relação ao governador Wilson Witzel, ele diz que foi fuzileiro naval. Eu acredito que ele esqueceu a ética e a moral que caracterizam as Forças Armadas quando saiu do corpo de fuzileiros navais. Nada mais tenho a dizer a respeito", falou Mourão, ao chegar na Vice-Presidência, em Brasília.

Ontem, o governador Wilson Witzel divulgou um vídeo em sua conta no Twitter em que liga para o vice-presidente Mourão, com o viva voz ligado, e diz: "senhor presidente, boa tarde". O objetivo da ligação era falar sobre as chuvas no Rio e pedir apoio do governo federal.

Em resposta, Mourão diz que está ciente da situação e que vai pedir auxílio para o ministro Fernando Azevedo, da Defesa. "Qualquer coisa a gente apoia mais alguma coisa aí no Rio de Janeiro, governador", responde Mourão.

Ontem, o presidente Jair Bolsonaro, que está na Índia, criticou a postura do governador fluminense.

"Ele, pelas imagens, está no seu carro e um assessor filma. E ele liga para o presidente em exercício. Eu acho que não é usual alguém fazer isso. Eu não gostaria que fizessem comigo, não interessa qual seja o assunto. O que se trata por telefone tem que ser reservado", afirmou Bolsonaro a repórteres em Nova Déli.

Política