PUBLICIDADE
Topo

Política

Flávio Dino: ''Prefiro Huck na eleição do que Guedes agredindo domésticas''

O governador do Maranhão , Flávio Dino (PCdoB), durante entrevista exclusiva ao UOL e a Folha de S.Paulo - Kleyton Amorim/UOL
O governador do Maranhão , Flávio Dino (PCdoB), durante entrevista exclusiva ao UOL e a Folha de S.Paulo Imagem: Kleyton Amorim/UOL

Do UOL, em São Paulo

13/02/2020 18h53Atualizada em 13/02/2020 21h06

O governador de Maranhão, Flávio Dino (PcdoB), disse hoje, em entrevista ao jornal Correio Braziliense, que prefere ver o apresentador Luciano Huck concorrendo à presidência em 2022 ao ministro da Economia, Paulo Guedes, "agredindo domésticas".

A fala de Dino critica afirmação feita ontem por Guedes, que classificou o aumento do dólar como positivo porque antes empregadas domésticas estavam indo para a Disney e "realizando uma farra danada".

"Eu vejo que o Luciano Huck tem apresentado um discurso na perspectiva social democrática, defesa de medidas contra a desigualdade, de um sistema tributário mais justo", ponderou o governador. "Eu prefiro ele fazendo esse discurso do que [Guedes] agredindo as empregadas domésticas".

Flávio Dino disse, ainda, que considera o papel de Luciano Huck "altamente positivo" para a democracia.

Ele negou que apoie o apresentador, mas não descartou a possibilidade caso Huck seja candidato e vá para o segundo turno.

Política