PUBLICIDADE
Topo

Brigas entre deputados adiam votação da reforma da Previdência para SP

Do UOL, em São Paulo

20/02/2020 13h45

Uma briga durante a madrugada de hoje na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) adiou a votação da PEC da Reforma da Previdência dos servidores estaduais. Após insultos e agressões, a pauta deve ser retomada na terça-feira após o Carnaval.

Em meio a uma discussão no plenário da Assembleia, o deputado Arthur do Val (Patriota) se aproximou de um grupo de parlamentares ligados aos servidores públicos.

"Qual é o problema?", questiona Do Val. Teonilio Barba (PT) não gostou da aproximação e partiu para cima do adversário, sendo contido por outros deputados presentes.

Segundo o jornal O Globo, o deputado Frederico d'Ávila (PSL) ainda fez gestos imitando disparos de uma metralhadora contra os servidores que acompanhavam a sessão, provocando mais desentendimentos. Nas redes sociais, Douglas Garcia (PSL) publicou um vídeo no qual discute com a deputada Márcia Lia (PT).

A Reforma da Previdência dos servidores estaduais, proposta pelo governador João Doria (PSDB), foi aprovada em primeira instância na terça-feira (18). Por se tratar de uma proposta de emenda da Constituição estadual, precisa ser aprovada em dois turnos.

Ouça o podcast Baixo Clero (https://noticias.uol.com.br/podcast/baixo-clero/), com análises políticas de blogueiros do UOL.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Política