PUBLICIDADE
Topo

Se Michelle quiser adotar outro cão, um vira-lata ronda a porta do Alvorada

Alvorino, vira-lata que fica na porta do Palácio da Alvorada - https://twitter.com/lucobalti
Alvorino, vira-lata que fica na porta do Palácio da Alvorada Imagem: https://twitter.com/lucobalti

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, em Brasília

30/06/2020 15h39Atualizada em 01/07/2020 20h24

Já tem candidato a substituir Augusto, o pastor-maremano adotado pela família Bolsonaro mas devolvido aos donos. Um vira-lata de origem desconhecida vive há cerca de três meses perambulando em frente ao Palácio da Alvorada, a residência oficial do presidente da República.

Augusto, um belo e brincalhão cachorro de porte médio, foi resgatado nos fundos do Palácio do Planalto no dia 18 de junho e adotado já no dia seguinte pela mulher do presidente. Mas voltará para a casa do antigo dono, após ser reconhecido devido ao seu grande sucesso nas redes sociais.

Chamado de Alvorino por jornalistas que acompanham a rotina de Jair Bolsonaro, o vira-lata de pequeno porte e sem dono costuma transitar pela porta do Alvorada, sobretudo pelas manhãs — período em que há maior circulação de pessoas em razão da saída do comboio presidencial.

Manso, mas desconfiado, costuma interagir com visitantes e jornalistas, que acabam levando comida e água para o animal.

Alvorino na porta do Palácio da Alvorada, residência do presidente e da sua família - Reprodução - Reprodução
Alvorino na porta do Palácio da Alvorada, residência do presidente e da sua família
Imagem: Reprodução

Alvorino já chegou, inclusive, a ter breve momento de interação com Bolsonaro, quando o presidente circulou a pé pela entrada do Alvorada. O cão se aproximou e recebeu um aceno do presidente, antes de se afastar na sequência.

Alvorino deitado em jardim na frente do Alvorada - Reprodução - Reprodução
Alvorino deitado em jardim na frente do Alvorada
Imagem: Reprodução

Do lado de dentro do palácio, o pastor-maremano Augusto protagonizou momentos de descontração com as filhas de Michelle, Letícia e Laura, segundo imagens que circulam nas redes sociais.

alvorino 2 - Reprodução - Reprodução
Alvorino recebe comida e água dos jornalistas
Imagem: Reprodução

O cão chegou a ter um perfil oficial no Instagram: @augustobolsonaro. Ele também ganhou um colete personalizado, de cor preta, com a bandeira do Brasil.

pastor maremano - Reprodução - Reprodução
Filhotes da raça pastor-maremano são vendidos em site de comércio online
Imagem: Reprodução

Uma pesquisa em um site de comércio online aponta que cães da raça pastor-maremano são vendidos por cerca de R$ 2.000.

Augusto Bolsonaro - Reprodução/Instagram/@augustobolsonaro - Reprodução/Instagram/@augustobolsonaro
Augusto Bolsonaro, o novo cão da família presidencial
Imagem: Reprodução/Instagram/@augustobolsonaro

Fama nas redes

A chegada do cãozinho à família presidencial viralizou nas redes. O termo "Augusto Bolsonaro era, até as 12h30 de hoje, um dos assuntos mais comentados no Twitter. No Instagram, o perfil do bicho também tem sido compartilhado em massa, principalmente por usuários que se identificam com a causa animal.

Mas também há quem tenha aproveitado o fato para fazer piadas com tom crítico a Bolsonaro. Em alguns comentários publicados nas fotos do cachorro, internautas sugeriram que ele deveria se chamar "Fabrício Queiroz" — nome do ex-assessor pivô de um escândalo envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho mais velho do presidente.

Política