PUBLICIDADE
Topo

Política

Pela segunda vez, Bolsonaro tropeça em Goiás

Presidente se preparava para subir em um palco em cerimônia - Reprodução/Facebook Jair Bolsonaro
Presidente se preparava para subir em um palco em cerimônia Imagem: Reprodução/Facebook Jair Bolsonaro

Eduardo Militão e Guilherme Mazieiro

Do UOL, em Brasília

29/08/2020 14h46

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) levou um tropeção na manhã de hoje durante uma visita a Goiás. É a segunda vez que ele sofre um incidente desse tipo no estado. Ele subia escadas em um palco em Caldas Novas (GO) e teve que usar as mãos para evitar se machucar.

No local, o presidente inaugurou uma usina de energia fotovoltaica. Ela produzirá 670 megawatts de energia por mês. Isso poderá atender 4.265 famílias. Segundo as autoridades locais, será a maior usina do tipo em perímetro urbano no Brasil.

Em 5 de junho, o presidente havia tropeçado em Águas Lindas (GO).

Hoje, Bolsonaro voltou a defender o uso da hidroxicloroquina para tratar a covid-19 mesmo sem estudos científicos que comprovem sua segurança e eficácia.

Sem apresentar provas, ele afirmou que "a hidroxicloroquina que tem salvo milhares de vidas".

"Poderíamos dizer que apostamos, mas não. Nós apontamos a hidroxicloroquina que tem salvo milhares e milhares de vidas pelo Brasil desde o primeiro momento."

Ele ainda insistiu que o remédio "é uma realidade".

Política