PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
10 meses

Febre e dor no corpo levaram Mourão a fazer exame e atestar covid-19

Vice-presidente, Hamilton Mourão, ficará em isolamento no Palácio do Jaburu após diagnóstico de covid-19 - Isac Nóbrega/PR
Vice-presidente, Hamilton Mourão, ficará em isolamento no Palácio do Jaburu após diagnóstico de covid-19 Imagem: Isac Nóbrega/PR

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, em Brasília

28/12/2020 11h09Atualizada em 28/12/2020 11h43

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), apresentou febre e mialgia (dores no corpo) em virtude da contaminação pelo novo coronavírus, mas se recupera bem da covid-19 e seu quadro clínico não inspira maiores preocupações no momento, de acordo com avaliação da equipe médica.

O general teve febre inferior a 38 graus e reclamou de dores no corpo e de cabeça pouco antes de ser diagnosticado com o novo coronavírus. Os sintomas o levaram a fazer o exame, segundo informou hoje sua assessoria de imprensa. O resultado positivo do teste foi confirmado ontem (27).

Orientado pelos médicos, Mourão faz uso de medicamentos como hidroxicloroquina, annita e azitromicina. Não há, até o momento, comprovação científica em relação à eficiência dessas substâncias no combate ao vírus. Os remédios, no entanto, têm sido utilizados de acordo com a avaliação de cada profissional de saúde.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que também já teve covid-19, é um entusiasta dos medicamentos, sobretudo da hidroxicloroquina —em vários momentos, durante a pandemia, o governante incentivou amplamente o uso do remédio.

Mourão, 67, segue em isolamento na residência oficial da Vice-Presidência, o Palácio do Jaburu. "O estado de saúde do vice-presidente é bom", resumiu a assessoria do general, em nota.

Diferentemente de vários quadros do governo, entre os quais o próprio presidente, Mourão costuma usar máscara em eventos e solenidades. Ele é a 16ª autoridade da cúpula do Executivo federal a contrair o coronavírus desde o início da pandemia.

Quem já teve covid:

Jair Bolsonaro (presidente)
Hamilton Mourão (vice-presidente)
Tarcísio Gomes de Freitas (ministro da Infraestrutura)
Augusto Heleno (ministro do Gabinete de Segurança Institucional)
Bento Albuquerque (ministro de Minas e Energia)
André Mendonça (ministro da Justiça e Segurança Pública)
Eduardo Pazuello (ministro da Saúde)
Luiz Eduardo Ramos (ministro da Secretaria de Governo)
Fábio Faria (ministro das Comunicações)
Onyx Lorenzoni (ministro da Cidadania)
Milton Ribeiro (ministro da Educação)
Marcos Pontes (ministro da Ciência e Tecnologia)
Walter de Souza Braga Netto (ministro da Casa Civil)
Wagner Rosário (ministro da Controladoria-Geral da União)
Jorge Oliveira (ministro da Secretaria-Geral da Presidência)
Marcelo Álvaro Antônio (ex-ministro do Turismo)

Coronavírus