PUBLICIDADE
Topo

Flávio Bolsonaro é vacinado contra covid-19 no Rio de Janeiro

Flávio Bolsonaro recebeu imunizante da AstraZeneca/Fiocruz - Reprodução/Twitter
Flávio Bolsonaro recebeu imunizante da AstraZeneca/Fiocruz Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

22/07/2021 15h57

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) publicou nas redes sociais que recebeu a primeira dose da vacina da AstraZeneca contra a covid-19. O imunizante foi aplicado pelo ministro da Saúde Marcelo Queiroga, que cumpre hoje agenda no Rio de Janeiro.

"Acabo de me vacinar contra a covid. O ministro Marcelo Queiroga me vacinou com a AstraZeneca/Fiocruz, produzida no Rio de Janeiro, eficaz e bem mais barata que a de outros fabricantes. Obrigado ao "negacionista" Jair Bolsonaro por garantir a vacina nos braços de todos os brasileiros!", escreveu ele no Twitter.

No vídeo publicado, ele volta a agradecer o pai, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pela distribuição dos imunizantes em todo o país. Queiroga também se pronuncia e diz que os resultados da vacinação já são visíveis.

"Os resultados já estão aí, a queda no número de casos, menor pressão sobre o sistema de saúde e redução dos óbitos para a nossa vida voltar ao normal", declarou.

Flávio é o primeiro do clã Bolsonaro a receber a vacina publicamente. O parlamentar, que tem 40 anos, poderia ter recebido o imunizante na cidade desde 9 de julho, conforme o calendário da prefeitura.

Nesta quinta, a cidade faz uma repescagem para pessoas com 35 anos ou mais que ainda não receberam a primeira dose.

A mulher dele, Fernanda, que é dentista, recebeu a primeira dose em abril deste ano em Brasília.

Queiroga também se manifestou pelo Twitter. Ele compartilhou a publicação de Flávio e parabenizou o presidente. "É isso aí, Flávio. Assim como você, milhares de brasileiros são vacinados todos os dias. Parabéns ao presidente que já garantiu 600 milhões de doses para o povo brasileiro. Até setembro, vamos ter vacinas para aplicar ao menos a 1ª dose em toda população acima dos 18 anos", publicou.

O governo Bolsonaro teve início em 1º de janeiro de 2019, com a posse do presidente Jair Bolsonaro (então no PSL) e de seu vice-presidente, o general Hamilton Mourão (PRTB). Ao longo de seu mandato, Bolsonaro saiu do PSL e ficou sem partido. Os ministérios contam com alta participação de militares. Bolsonaro coloca seu alinhamento político à direita e entre os conservadores nos costumes.