PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
15 dias

Wong foi internado em unidade da Prevent não voltada à covid, diz advogada

Anthony Wong era pediatra, toxicologista e professor da USP (Universidade de São Paulo). Ele foi internado com covid-19 em novembro de 2020 e morreu no dia 15 de janeiro deste ano - Olga Lysloff/Folhapress
Anthony Wong era pediatra, toxicologista e professor da USP (Universidade de São Paulo). Ele foi internado com covid-19 em novembro de 2020 e morreu no dia 15 de janeiro deste ano Imagem: Olga Lysloff/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

28/09/2021 17h38Atualizada em 28/09/2021 20h45

O médico Anthony Wong foi internado com covid-19 no hospital da Prevent Senior no bairro do Itaim Bibi, em São Paulo. No entanto, segundo a advogada Bruna Morato, que representa médicos da operadora de saúde, esta unidade não atendia pacientes com a doença.

"O dr. Anthony Wong ficou internado na unidade que se chama unidade Itaim, uma unidade não covid, normalmente para pacientes cardiológicos", relatou a advogada em depoimento hoje à CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid.

Procurada, a assessoria da Prevent Senior confirmou que nos primeiros meses da pandemia de covid-19 três unidades foram destinadas para atendimento exclusivo de pacientes com covid-19. Ainda de acordo com a assessoria, a unidade do Itaim Bibi não era uma delas, mas chegou a receber pacientes com a doença por possuir leitos com isolamento para doenças infecciosas.

Em seu depoimento, a advogada insistiu que Anthony Wong, apesar de estar com covid, não foi mantido em isolamento. "O que me choca não é só o fato de ele ter feito uso do tratamento preventivo e de ter sido cobaia para determinados tratamentos, mas o fato de ele ter sido admitido em uma unidade cardiológica em meio a outros tantos pacientes, colocando em risco a vida daquelas pessoas que faziam parte, que estavam com ele dentro de uma UTI, que não tinha isolamento para covid".

A Prevent Senior nega que o isolamento não tenha sido respeitado.

Anthony Wong era pediatra, toxicologista e professor da USP (Universidade de São Paulo). Ele foi internado com covid-19 em novembro de 2020 e morreu no dia 15 de janeiro deste ano. Enquanto esteve internado, ele fez uso dos medicamentos do chamado 'kit covid', que hoje são comprovadamente ineficazes contra a covid-19. O uso desses remédios foi feito com a autorização de Wong, que costumava defender o kit.

A CPI da Covid foi criada no Senado após determinação do Supremo. A comissão, formada por 11 senadores (maioria é independente ou de oposição), investiga ações e omissões do governo Bolsonaro na pandemia do coronavírus e repasses federais a estados e municípios. Tem prazo inicial (prorrogável) de 90 dias. Seu relatório final será enviado ao Ministério Público para eventuais criminalizações.