PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Internautas recuperam post de Eduardo Bolsonaro e provocam: 'Seu pai chora'

Eduardo Bolsonaro foi provocado após Jair Bolsonaro revelar que "chora" no banheiro - Reprodução/Twitter/Eduardo Bolsonaro
Eduardo Bolsonaro foi provocado após Jair Bolsonaro revelar que "chora" no banheiro Imagem: Reprodução/Twitter/Eduardo Bolsonaro

Colaboração para o UOL, em Alagoas

15/10/2021 14h35

Depois que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse ontem que chora sozinho no banheiro, os internautas recuperaram uma publicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do mandatário, em que ele tenta caçoar de seus opositores ao dizer, em tom pejorativo e de deboche, que o "pai" deles "chora no banho".

O post do parlamentar é datado de 29 de fevereiro de 2020, em seu perfil no Twitter, quando ele comentou em uma postagem feita pela ex-jogadora de vôlei Ana Paula Henkel, apoiadora do presidente. À época, a ex-atleta questionou "quantos perfis verificados ou membros da imprensa" a defenderiam por ter sido chamada de "dondoca" pelo jornalista José Trajano.

Na ocasião, Eduardo Bolsonaro escreveu: "Nem liga, pai dessa galera toda aí chora no banho. Sempre vão te provocar para você cair na armadilha e dizer que não é isso ou aquilo que eles te chamam. Aí quando você fizer isso eles dirão que você está mentindo ou que é controversa".

Agora, depois que Jair Bolsonaro revelou que tem o hábito de chorar sozinho no banheiro, alguns perfis no Twitter relembraram a postagem provocativa feita pelo filho 03 do mandatário.

"Ainda estava rindo/chorando com aquele teu tweet de 2016 pedindo pra ninguém comprar dólar. Mas dessa vez é sorriso mesmo. Obrigado", escreveu um perfil. "Dudu, não quer ir ali no banheiro ver se seu pai tá bem?", provocou um segundo. "O seu pai chora no banho, bicho", publicou outro. Confira:

Além do post de Eduardo, Carlos Bolsonaro, o 02, também já tentou depreciar seus opositores com o mesmo argumento de que eles choram no banho. Em outubro de 2018, ele, ao repercutir o movimento "Ele Não" de pessoas contra a candidatura de seu pai à época do pleito eleitoral, escreveu o seguinte:

"Será que o pai destas pessoas não chora no banho? Certamente não têm orgulho de tais atitudes! O resultado é o oposto do esperado pois a maioria da população é decente e respeitadora das leis".

Bolsonaro diz chorar longa da Michelle

Ontem, durante fala em um encontro realizada pela igreja evangélica Comunidade das Nações, o presidente Jair Bolsonaro disse que tem o hábito de chorar no banheiro e que sua esposa, a primeira-dama Michelle Bolsonaro, nunca o viu nessa situação.

"Cada vez mais nós sabemos o que devemos fazer. Para onde devemos direcionar as nossas forças. Quantas vezes eu choro no banheiro em casa? Minha esposa [Michelle Bolsonaro] nunca viu. Ela acha que eu sou o machão dos machões. Em parte acho que ela tem razão até", declarou.

"O que me faz agir dessa maneira? Eu não sou mais um deputado. Se ele errar um voto, pode não influenciar em nada. Um voto em 513. Mas uma decisão minha mal tomada, muita gente sofre. Mexe na bolsa, no dólar, no preço do combustível", afirmou.

Política