PUBLICIDADE
Topo

Política

Bolsonaro assina decreto que prevê distribuição de absorventes às mulheres

Lucas Valença

Do UOL, em Brasília

08/03/2022 12h39Atualizada em 08/03/2022 17h49

Durante a cerimônia em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, que ocorreu no Palácio do Planalto hoje (8), o presidente Jair Bolsonaro (PL) assinou um decreto que prevê a distribuição gratuita de absorventes e itens de higiene menstrual a mulheres carentes.

A nova norma é semelhante ao artigo 1º do projeto de Proteção e Promoção de Saúde Menstrual, que previa a distribuição gratuita dos produtos de higiene, mas que foi vetado pelo mandatário no ano passado.

"O programa da saúde menstrual prevê a oferta gratuita de produtos de higiene e outros itens necessários ao período da menstruação feminina, bem como oferecer garantia de cuidados básicos de saúde e desenvolver meio para inclusão das mulheres em ações e programas de proteção à saúde menstrual", disse o Planalto.

Segundo dados oferecidos pelo governo, cerca de 3,6 milhões de mulheres em estado de vulnerabilidade social deverão ser beneficiadas com a distribuição gratuita dos itens.

Ao falar na cerimônia, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que os R$ 130 milhões previstos para o programa deverão sair do orçamento da Secretaria de Atenção Primária, vinculada à sua pasta.

"Se vocês pegarem o projeto de lei, o cálculo do impacto orçamentário foi de R$ 80 milhões. E nós, na realidade, estamos alocando mais recursos", disse.

Política