Topo

Anvisa proíbe remédios contra impotência e depressão vendidos sem registros

iStock
Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

2018-04-17T19:33:53

17/04/2018 19h33

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicou um decreto no Diário Oficial da União com a proibição do remédio contra a impotência sexual Viagra Master e do medicamento de depressão Lavita Caps. Os dois fármacos eram vendidos pela internet mesmo sem registro da agência.

Vendido pela empresa Bio Bonté Indústria e Comércio de Cosméticos Ltda., o Viagra Master prometia "auxiliar na prevenção e combate da impotência", "aumentar o desejo sexual" e "aumentar a fertilidade".

Após inspeção realizada pela Vigilância Sanitária de Campinas (SP), a agência decretou a interdição da empresa, que foi obrigada a suspender a fabricação, comercialização e uso de todos os seus produtos.

Leia também: 

O UOL tentou entrar em contato com a Bio Bonté pelo telefone de contato descrito em seu cadastro de pessoa jurídica, mas, até o fechamento desta nota, não teve resposta. Em todas as tentativas, ninguém atendeu a ligação.

Também sem autorização para fazer propaganda de ação terapêutica, o Lavita Caps, de fabricante desconhecido, declarava "prevenir doenças cardíacas", "melhorar a memória e a capacidade de aprendizagem" e "combater a depressão, estresse, enxaqueca e ansiedade".

Com a determinação da Anvisa, os dois produtos não podem ser fabricados, distribuídos ou comercializados em todo o território nacional. "Todas as propagandas que atribuam propriedades terapêuticas de saúde ou funcionais aos produtos Viagra Master ou Lavita Caps estão suspensas", completou a agência. 

Mais Ciência e Saúde