PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Do Zika ao Ebola: OMS declarou emergência 5 vezes antes do coronavírus

Marcelo Oliveira

Do UOL, em São Paulo

30/01/2020 17h23Atualizada em 03/02/2020 18h30

Resumo da notícia

  • OMS declarou emergência global em cinco casos antes do coronavírus
  • Emergência global é um sistema de resposta a epidemias internacionais

Ao declarar a epidemia de coronavírus uma emergência global de saúde, a OMS (Organização Mundial da Saúde) toma pela sexta vez uma decisão do tipo.

A emergência global é um sistema de resposta a epidemias internacionais, desenvolvido em 2009.

Até o momento, a China teve 170 mortes em decorrência do vírus. Ao menos 19 países já têm registros de coronavírus. No Brasil, o Ministério da Saúde avalia nove casos suspeitos.

Uma das cinco emergências globais anteriores foi por ocasião da epidemia do Zika vírus, descoberto no Brasil em 2016.

Entenda como foram os cinco casos de emergência global já registrados:

Gripe suína

A pandemia da gripe suína, o H1N1, matou na época 18.500 pessoas em todo o mundo em 2009.

Um estudo do Centro de Controle e Prevenção de Enfermidades de Atlanta (EUA), em 2012, publicado pela revista The Lancet, apontou que o número pode ter sido 15 vezes maior que o número de casos diagnosticados em laboratório.

Ebola na África Ocidental

A epidemia de Ebola em Serra Leoa, Guiné e Libéria, entre 2013 e 2016, foi a segunda emergência global decretada pela OMS. A crise matou pelo menos 11.300 pessoas, mais do que todas as epidemias de Ebola até então, somadas.

Poliomielite

Em 2014, a OMS decretou emergência global de preocupação internacional em virtude do ressurgimento da poliomielite.

A origem do surto de pólio se deu no Paquistão, que falhou ao conter os novos casos. A medida da OMS foi aplicada também à Síria e a Camarões.

Zika

A OMS, em 2016, declarou o Zika vírus como uma emergência de saúde pública mundial. O vírus se espalhou em mais de 60 países desde que a epidemia foi identificada no Brasil, em 2015.

A medida foi declarada em novembro de 2016 após a confirmação de 2.300 casos de bebês nascidos pelo mundo com quadro de microcefalia.

Ebola na República Democrática do Congo

A última emergência declarada pela OMS foi em julho do ano passado no surto do Ebola na República Democrática do Congo, com 3.406 casos e 2.236 mortes.

O que é uma emergência global?

Uma emergência global em saúde é decretada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) quando um evento extraordinário específico de saúde constitui um risco para outros países pela possibilidade da disseminação internacional de uma doença, exigindo uma resposta coordenada entre vários países.

O critério para estabelecer as emergências globais, conhecidas tecnicamente como emergência de saúde pública de interesse internacional, foi definido por meio da edição do RSI (Regulamento Sanitário Internacional).

Convenção internacional

O RSI é uma convenção internacional de saúde estabelecida pela OMS que envolve 196 países (todos os membros da agência). O objetivo da convenção é ajudar a comunidade internacional a prevenir e responder a graves riscos de saúde pública que têm o potencial de atravessar fronteiras e ameaçar pessoas em todo o mundo.

"As discussões para se estabelecer um regulamento mundial estava em curso em 2003 na época da pandemia da SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) em virtude da demora para a China comunicar ao mundo os casos da doença", relembra o sanitarista Claudio Maierovitch, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), em Brasília, ex-diretor de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde.

Expansão do coronavírus preocupa

Segundo o diretor-geral da OMS, a emergência internacional no caso do coronavírus não está sendo decretada pelo fato do que ocorre na China, exclusivamente, mas sim pelo que pode ocorrer no mundo em termos de contaminação.

Já foram registrados 98 casos da doença fora da China, em 18 países diferentes.

(Com Reuters)

Tradutor: Antes do coronavírus, OMS decretou emergência global em outras cinco vezes

Saúde