PUBLICIDADE
Topo

Especialistas investigam se coronavírus pode se espalhar por encanamentos

Do UOL, em São Paulo

12/02/2020 09h38

Especialistas em saúde pública de Hong Kong estão investigando a possibilidade de o coronavírus se propagar por meio de encanamentos defeituosos, informa hoje uma reportagem publicada no site da emissora CNN.

A análise teve início depois que dois moradores de um mesmo prédio, mas de andares diferentes, foram infectados pelo vírus. Posteriormente, mais três casos foram veiculados ao edifício.

Segundo a emissora, os cientistas também levam em consideração o surto de síndrome respiratória aguda grave (SARS) de 2003, quando foram registrados casos de contaminação por meio de propagação do vírus por canos defeituosos na China.

Em um incidente específico na ocasião, um conjunto habitacional registrou 300 infecções e 42 mortes. Análises indicaram que problemas no encanamento do local ajudaram na propagação do vírus.

No caso atual de Hong Kong, a CNN diz que uma inspeção inicial indicou que pode ter ocorrido algo semelhante. Ainda de acordo com a emissora, o microbiologista Yuen Kwok-yung disse que um tubo selado incorretamente poderia ter resultado em uma transmissão de vírus, levando fezes infectadas ao sistema de ventilação do prédio que alimenta os banheiros.

Vale, porém, ressaltar que até o momento os especialistas consideram o contato direto como principal meio de transmissão.

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Saúde