PUBLICIDADE
Topo

Governo do DF confirma segundo caso de coronavírus

iStock
Imagem: iStock

Stella Borges

Do UOL, em São Paulo

11/03/2020 08h19Atualizada em 11/03/2020 16h11

A secretária de Saúde do Distrito Federal confirmou o segundo caso de coronavírus, elevando para 35 o número de registros no Brasil. Trata-se do marido da paciente de 52 anos diagnosticada com a covid-19 e que está internada em isolamento na UTI do Hospital Regional da Asa Norte, em estado grave.

O Cievs (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde) recebeu a confirmação na noite de ontem.

De acordo com nota da secretaria, o homem encontra-se em isolamento domiciliar, sem sintomas e apenas será internado "caso apresente algum sintoma ou quadro de desconforto respiratório".

De acordo com o órgão, ainda serão feitos exames com as amostras, mas o resultado obtido pelo Laboratório Sabin , da rede privada, já é validado a partir do primeiro caso que foi feita a contraprova.

Já a esposa dele "apresenta síndrome respiratória aguda severa, com piora do quadro respiratório, apresentando ainda um pico febril, mantendo quadro hemodinâmico estável", segundo o boletim médico divulgado no início da tarde de ontem. A secretaria de saúde informou que a mulher tem comorbidades que agravam seu quadro clínico.

Justiça determinou que homem fizesse exame

A Justiça do Distrito Federal, a pedido da Procuradoria-Geral do DF, determinou que o homem fosse obrigado a realizar exames clínicos para verificar se estava ou não infectado pelo novo coronavírus.

Segundo a advogada do casal, porém, ele fez os testes voluntariamente e estava isolado desde sábado.

A PG-DF acionou a Justiça por causa do contato mantido com a paciente diagnosticada com o novo vírus.

Casos confirmados de coronavírus no Brasil

Com este, o Brasil soma ao todo 35 casos confirmados do novo coronavírus. Ontem, o Ministério da Saúde confirmou em coletiva de imprensa nove casos da doença descobertos na últimas 24 horas (ainda sem considerar o do DF): cinco no Rio de Janeiro, três em São Paulo e um no Rio Grande do Sul.

* Com Estadão Conteúdo

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que informou a arte que estava na primeira versão do texto, são 302 casos suspeitos em São Paulo e dois em Tocantins, e não o contrário. A informação foi corrigida.

Saúde